sábado, 04 de dezembro de 2021
Moedas brasileiras

Além do lobo-guará: 3 curiosidades sobre as moedas brasileiras

01 agosto 2020 - 15h30Por Redação SpaceMoney

O Banco Central anunciou, na semana passada, uma nova nota: valendo R$ 200, ela deve entrar em circulação no país já em agosto. A internet, é claro, não poupou a criatividade em memes com a novidade.

Enquanto a nova nota não chega na sua carteira, confira 5 curiosidades sobre as moedas brasileiras.

1. Quase 10

O Brasil já teve 9 moedas. Réis, que circulou desde o século XIX até os anos 1940, seguido pelo cruzeiro, dos anos 1940 até os 1960. O cruzeiro novo durou entre 1967 e 1970, e, em seguida, o cruzeiro voltou para ficar até 1980. Em 1986, os brasileiros passaram a usar o cruzado para, quatro anos depois, em 1990, o cruzeiro retornar novamente. O cruzeiro real chega em 1993 até que, em 1994, enfim, ficamos com o real.

2. Não é só o real

Isso mesmo, nós temos moedas brasileiras, no plural. As outras moedas que circulam em algumas regiões do país são emitidas por 107 bancos comunitários e reconhecidas pelo Banco Central. Elas são usadas no comércio local, para estimular a economia em pequenas localidades, e ajudam no escoamento de crédito. Uma das mais famosas é a palmas, usada em um bairro de Fortaleza, o Conjunto das Palmeiras.

3. Casa da Moeda

Você sabia que as moedas brasileiras vêm de 3 fábricas? A Casa da Moeda tem um complexo em que são fabricadas 3 bilhões de cédulas a cada ano. Mas ela não produz só moedas: passaportes e selos fiscais também vêm de lá.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content