segunda, 29 de novembro de 2021
Artigo

5 Hábitos que contribuem para as finanças pessoais

Com medidas simples é possível manter o balanço financeiro mensal sempre positivo

27 outubro 2021 - 16h17Por Larissa Brioso
Campanha Black Friday 2021 - Warren

Para ter uma vida financeira saudável é preciso de um pouco de conhecimento e bastante organização. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é preciso dedicar inúmeras horas ou investir muito dinheiro em conhecimento para conseguir aprender a lidar com as finanças no dia a dia.

Por meio de hábitos simples, como ler todos os dias e comprar somente o que de fato precisa, é possível manter o balanço financeiro mensal sempre positivo. 

Veja, a seguir, bons hábitos para implementar na sua vida e que contribuem para as finanças pessoais:

Leitura

O hábito de ler diariamente é essencial para o nosso desenvolvimento pessoal. Quando olhamos para as nossas finanças, buscar conhecimento por meio de livros ou blogs de educação financeira, por exemplo, é uma forma interessante de aprendermos como lidar com o nosso dinheiro.

Se você ainda não possui esse bom hábito na sua rotina, experimente ler diariamente pelo menos 5 páginas de um livro ou 1 artigo sobre finanças.

Ao final de um mês você terá lido um livro de 150 páginas ou diversos outros conteúdos que podem te ajudar com sua organização financeira.

Criação de listas

Fazer compras sem ter uma lista de itens necessários pode te fazer gastar muito além do orçamento definido. É possível fazer listas de compras com ajuda de papel e caneta, bloco de notas ou até mesmo aplicativos.

Antes de fazer sua seleção de itens, reflita sobre as suas prioridades, veja tudo o que já possui e o que de fato precisa. No caso de compras do supermercado, defina os itens e quantidades, bem como a marca de preferência.

Além de te guiar nas compras, com essa lista fica muito mais fácil fazer pesquisas de preços, que vão te ajudar a escolher os melhores locais com os preços mais baixos.

Minimalismo

O minimalismo é uma iniciativa que sugere uma vida mais simples, com menos coisas ou apenas coisas realmente necessárias.

Já no curto prazo, esse estilo de vida pode te fazer economizar bastante, afinal, gastos supérfluos não pesarão tanto no seu planejamento mensal.

Além disso, essa é uma ótima forma de conhecer e valorizar também aquilo que possui. 

Controle de gastos

O hábito de controlar a entrada e saída de dinheiro é uma das principais maneiras de se organizar financeiramente. O melhor de tudo é que você pode usar desde os melhores apps de controle financeiro até o simples papel e caneta para registrar e acompanhar seus ganhos e gastos.

Nesse controle, é indispensável ser específico nos registros, dividindo tanto receitas como despesas em categorias, subcategorias, tags e outras descrições que possam ajudar na identificação das transações financeiras. O simples funciona, como o registro básico do que entra e sai de suas contas.

Todavia, para um bom acompanhamento e identificação de onde pode reduzir ou cortar gastos, é crucial ter esses e outros indicadores nos registros.

Planejamento

Para a definição de um bom planejamento financeiro é importante se perguntar:

  • Estou endividado? 
  • Se sim, quem são meus credores? Qual o montante e taxas das dívidas?
  • Quanto ganho por mês? Quanto gasto por mês?
  • Quais são minhas principais despesas?
  • Quais são os meus gastos essenciais e desejos?
  • Quanto preciso ter na minha reserva financeira?

Essas são algumas perguntas que podem nos auxiliar na definição de estratégias para conquistarmos nossos objetivos. De maneira simples, é preciso conhecer bem sua realidade financeira para conseguir assim definir um plano financeiro condizente com sua capacidade de poupar dinheiro e metas.

A opinião e as informações contidas neste artigo são responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, a visão da SpaceMoney.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content