Menu
Busca domingo, 17 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Análise de ondas

2 teorias que você pode usar para análise de ondas

18 julho 2020 - 15h00Por Redação SpaceMoney

Na análise técnica, comumente utilizada por traders para encontrar boas oportunidades de negócio, as ondas gráficas, também lidas como montanhas e vales, podem ser fontes de informação.

Nesta SpaceDica, conheça 5 teorias de análise de ondas que podem ajudar no seu trading.

1. Ondas de Elliot

Essa é a teoria mais famosa quando falamos de ondas. Criada pelo contador Ralph Nelson Elliott na década de 1930, ela pressupõe os seguintes princípios: primeiro, que as emoções vêm antes das ações, e o mercado precifica possíveis acontecimentos; segundo, que em momentos de incerteza, o comportamento de manada dita os mercados.

Quer saber mais sobre investimentos? Converse com um especialista SpaceMoney

Assim, os gráficos apresentam ciclos de cinco ondas de tendência e três de correção -- ou seja, marcam um movimento para depois fazer o contrário. A proporção para os padrões das ondas segue o número de Fibonacci. O rascunho da teoria é assim:

2. Ondas de Wolfe

A teoria de Bill Wolfe vê a formação de preço futuro a partir de dois picos e dois vales nos gráficos. Com a intersecção entre as linhas feitas a partir desses pontos.

Além disso, segundo Wolfe, depois de negociar dentro de uma faixa de preço durante quatro ondas, o ativo rompe, para cima ou para baixo, na quinta onda. Você pode enxergar o movimento aqui:

 
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: