Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Alta do petróleo

Petróleo avança para além dos US$ 80 após Opep espremer mercado já apertado

Apesar da pressão sobre o abastecimento global e do agravamento diário da inflação, mercado comemorara a decisão da Opep+

04 outubro 2021 - 17h12Por Investing.com

Por Barani Krishnan, da Investing.com - Os preços do petróleo ultrapassaram com folga os US$ 80 por barril na segunda-feira (4), quando os touros do mercado comemoraram a decisão da Opep+ de realizar apenas um incremento gradual da sua produção, apesar da pressão sobre o abastecimento global e do agravamento diário da inflação.

Antes da reunião de segunda-feira da aliança de 23 nações produtoras de petróleo, havia especulações de que elas poderiam concordar em acrescentar mais que os 400.000 barris por dia com os quais tinham se comprometido até o final de abril. 

Mas depois da chamada de vídeo entre os 13 membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo, liderados pela Arábia Saudita, e um grupo de 10 outros produtores capitaneados pela Rússia, a mensagem foi clara: Serão os mesmos 400.000 bpd nos próximos seis meses, salvo alguma alteração posterior.

Não houve nenhuma declaração oficial sobre o assunto. Mas um oficial saudita disse ao Wall Street Journal que "o reino está confortável com a atual faixa de preço e acha que ela não vai pesar sobre a demanda por petróleo". 

Nenhum delegado da Opep dirigiu-se diretamente à Casa Branca ou à Índia, o terceiro maior importador de petróleo do mundo, que tinha feito apelos por um aumento na oferta a fim de reduzir os preços do petróleo e a escalada da inflação.

O acordo sai em um momento em que a Opep+ parece ter controle total sobre um mercado de petróleo que, há apenas 18 meses, parecia estar se debatendo em meio à destruição da demanda como resultado da Covid-19. 

Desde seu primeiro preço negativo de - US$ 40 dólares por barril em abril de 2020, o petróleo WTI, referência do petróleo nos EUA, fechou o pregão de segunda-feira a US$ 77,62 por barril, alta de US$ 1,74 no dia, ou 2,3%. Mais cedo no pregão, ele atingiu a maior cotação em sete anos, a US$ 78,36. O WTI avançou 60% só este ano.  

Brent, negociado em Londres e referência global para o petróleo, fechou o pregão de segunda-feira a US$ 81,26 por barril, uma alta de US$ 1,98 ou 2,5%. O Brent atingiu uma máxima de US$ 81,98 durante o pregão. Ele apresenta uma alta de 57% no ano.

Enquanto os preços do petróleo parecem estar hoje em um outro planeta quando comparados a abismo durante a pandemia, ironicamente, alguns delegados da Opep disseram em conversas privadas com jornalistas que eles estavam preocupados a possibilidade de o mesmo vírus e suas variantes causarem mais uma queda dos preços.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: