terça, 18 de janeiro de 2022
Avanços nos negócios

Itaú apresenta boa recuperação no 3T21 mas inadimplência preocupa, dizem analistas

Durante o trimestre, banco expandiu praticamente todas as linhas de receitas e frentes de negócios, destaca BB Investimentos

04 novembro 2021 - 17h24Por Investing.com

Por Ana Beatriz Bartolo, da Investing.com - O lucro líquido recorrente do Itaú (SA:ITUB4) foi de R$ 6,8 bilhões no 3T21, acima da expectativa do mercado e 35% maior do que o do 3T20. Isso gerou um ROE de 19,7%, melhor do que os 18,9% do 2T21. Para o Bank of America (BofA), os número indicam um bom presságio para o resultado anual de 2021 do Itaú, que também vem apresentando geração de receitas de tarifas resiliente, recuperação de resultados de seguros e despesas operacionais estáveis, apesar dos maiores aumentos salariais

Durante o trimestre, o Itaú expandiu praticamente todas as linhas de receitas e frentes de negócios, com importantes avanços no mix de originação e contratações de negócios nos canais digitais, destaca o BB Investimentos. A carteira de crédito cresceu 11,3% na comparação com o 3T20, puxada pelo segmento de pessoas físicas em financiamento imobiliário e cartão de crédito.

As receitas de tarifas subiram 4,9% em relação ao 3T20, mesmo após a saída da XP (NASDAQ:XP) (SA:XPBR31) dos resultados. A separação com a XP também limitou o avanço da receita de prestação de serviços, que ainda assim subiu 0,8% sobre 2T21.

O BB Investimentos alerta, porém, que o cenário futuro vem se deteriorando gradativamente do ponto de vista de crescimento da inflação, o que pode significar elevação na inadimplência, em um momento em que o mercado bancário segue operando no menor nível de spread histórico.

Apesar de se manter abaixo de níveis pré-pandêmicos, a Genial Investimentos aponta que houve um crescimento de 0.3 pp na inadimplência sobre o 2T21 para 2,6%, com uma piora nos segmentos de grandes empresas e América Latina.

A XP avalia que uma inadimplência futura potencialmente mais elevada pode pressionar as margens e o lucro do Itaú. Dessa forma, a corretora digital mantém uma recomendação Neutra para o banco, com preço-alvo de R$ 28.

O BB Investimentos, a Genial e o BofA, por outro lado, permanecem com uma indicação de compra para o Itaú, com preços-alvo de R$ 37, R$ 31,70 e R$ 30, respectivamente.

Às 15h31, as ações do Itaú caíam 5,07%, a R$ 23,21.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content