Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Queda de ações

Apple (NASDAQ:AAPL) cai após notícia de corte na taxa da Visa reforçar queda geral

No Brasil, os BDRs da fabricante do iPhone caíam 0,6%

06 outubro 2021 - 13h19Por Investing.com

Por Dhirendra Tripathi, da Investing.com – As ações da Apple (NASDAQ:AAPL) eram negociadas em baixa de 0,7% por volta das 12h50 (horário de Brasília) de quarta-feira (6), em meio a um recuo generalizado do mercado e notícias de novas pressões sobre a sua atividade de pagamentos.

No Brasil, os BDRs da fabricante do iPhone (SA:AAPL34) caíam 0,6%.

O Wall Street Journal publicou que a Visa (NYSE:V) (SA:VISA34) pode ajustar a forma como processa certas transações do Apple Pay a fim de ajudar os bancos a baixarem as taxas que pagam à fabricante do iPhone.

De acordo com o WSJ, diretores da Apple comunicaram suas objeções a executivos da Visa e é possível que as mudanças planejadas não se implementem.

O Apple Pay foi lançado em 2014 e os bancos pagam uma taxa à empresa quando os titulares de seus cartões utilizam a carteira móvel. Pelo novo processo em planejamento, as taxas não seriam aplicáveis a pagamentos automáticos recorrentes, como mensalidade de academia e cobranças de serviços de streaming.

As empresas de cartões como Visa, Mastercard (NYSE:MA) (SA:MSCD34) e American Express (NYSE:AXP) (SA:AXPB34) fornecem um portal entre bancos e carteiras de pagamento, como aquelas oferecidas pela Apple e a Amazon (NASDAQ:AMZN) (SA:AMZO34). Elas ajudam os bancos a serem carregados nas carteiras e facilitam a transferência de dinheiro a partir do banco através de cartões de débito ou crédito para a carteira e, posteriormente, para o comerciante.

No caso da Apple x Bancos, a mudança seria aplicável aos cartões Visa, embora outras redes possam seguir a movimentação, afirma o artigo do WSJ.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: