segunda, 15 de abril de 2024
Fundos Imobiliários

KNRI: Kinea busca levantar até R$ 1,1 bi em oitava emissão

Primeiro fundo imobiliário de renda da gestora, lançado em 2010, investe em lajes corporativas e galpões logísticos

21 março 2024 - 16h20Por Redação SpaceMoney
 - Crédito: Wylkon Cardoso via Unsplash

A Kinea Investimentos, gestora com mais de R$ 135 bilhões sob gestão, anunciou a oitava emissão de cotas do Kinea Renda Imobiliária (KNRI), fundo com foco na aquisição de edifícios corporativos e galpões logísticos nos principais mercados do país.

O volume inicial da oferta é de R$ 914.994.679,30, podendo ser acrescido em 25%, atingindo um montante máximo de R$ 1.143.743.269,35.

Esta será a primeira emissão do fundo que será aberta para diferentes plataformas e com direito de preferência aos cotistas. O pipeline prevê a aquisição de imóveis de qualidade (padrão AAA) em São Paulo, além da melhoria da estrutura de capital e novos aportes em ativos da carteira.

O portfólio conta atualmente com 12 edifícios corporativos e oito galpões logísticos, que somam 690.942 m² de área bruta locável. O preço de subscrição será de R$ 162,74 por cota com aplicação mínima de dez cotas.

Caso a emissão alcance o volume máximo, a Kinea promoverá uma redução das taxas de gestão, podendo chegar a uma taxa total de 1,08% (redução de 13,6% em comparação com a taxa atual) beneficiando assim os cotistas do fundo.

O exercício do direito de preferência para os titulares de cotas no dia 26/03 e a intenção de subscrição de novos investidores podem ser realizadas a partir do dia 28 de março.