domingo, 19 de maio de 2024
Criptomoedas

Geração Z prefere criptomoedas a ações em suas carteiras de investimento

Dificuldades no mercado imobiliário podem estar impulsionando essa mudança

10 abril 2024 - 18h54Por Redação SpaceMoney
 - Crédito: Icons8 Team via Unsplash

A Geração Z (nascidos entre 1997 e 2010) está mais propensa a investir em criptomoedas do que em ações, de acordo com uma pesquisa da Policygenius. Essa escolha reflete uma abordagem diferente de planejamento financeiro em comparação com as outras gerações.  

A pesquisa, divulgada nesta terça-feira (10), revela que 18% da Geração Z possui ações, enquanto 20% possuem criptomoedas. Entre os Boomers (nascidos entre 1946 e 1964), 33% possuem ações e apenas 5% possuem criptomoedas. 

Myles Ma, consultor financeiro da Policygenius, observa que as gerações mais jovens estão "armazenando sua riqueza de forma diferente" das gerações anteriores. Essa mudança pode ser atribuída a uma maior propensão a assumir riscos e a obstáculos como o crescente mercado imobiliário. 

A pesquisa da Policygenius corrobora com outros estudos que indicam a crescente popularidade das criptomoedas entre as gerações mais jovens. Em maio de 2023, uma pesquisa da Fundação da Autoridade Reguladora da Indústria Financeira e do Instituto CFA revelou que 55% da Geração Z possui criptomoedas, enquanto apenas 41% investe em ações individuais.