terça, 28 de maio de 2024
Criptomoedas

ETFs de Bitcoin à vista ultrapassam US$ 200 bilhões em volume de negociação, mas saídas aumentam

IBIT da BlackRock lidera volume de negociação e queda no preço do Bitcoin pode ter contribuído para as saídas líquidas

10 abril 2024 - 13h32Por Redação SpaceMoney

Menos de três meses após a aprovação dos primeiros ETFs de Bitcoin à vista nos EUA, o volume de negociação acumulado desses fundos atingiu a marca de US$ 200 bilhões. Mesmo com o dado positivo, nos últimos dias os produtos registraram saídas líquidas significativas.  

O rápido crescimento do volume de negociação é um indicador do crescente interesse do mercado em investimentos em Bitcoin (BTC). Em apenas um mês, desde que o volume total ultrapassou US$ 100 bilhões pela primeira vez no dia 8 de março, o valor quase dobrou.  

Tesouro dos EUA pede ao Congresso medidas contra criptomoedas e financiamento ilícito

No entanto, o volume de negociação individual da terça-feira (9) foi de US$ 2,9 bilhões, abaixo do pico de US$ 9,9 bilhões em 5 de março.  O ETF IBIT da BlackRock liderou o volume de negociação na terça-feira, com US$ 1,4 bilhão, seguido pelo GBTC da Grayscale (US$ 677 milhões) e pelo FBTC da Fidelity (US$ 488 milhões). 

Desde o pico de entrada líquida diária de US$ 1,05 bilhão em 12 de março, os fluxos para os ETFs de Bitcoin diminuíram. As entradas líquidas totais para os ETFs combinados atualmente são de US$ 12,4 bilhões. 

A queda no preço do Bitcoin, que atingiu um pico de US$ 71.761 em 12 de março e caiu para US$ 68 mil, pode ter contribuído para as saídas líquidas. Nesta quarta-feira (10), a maior criptomoeda do mundo é negociada em US$ 68.737,6 com queda de 0,71% nas últimas 24 horas.  

Desbrave oportunidades de investimento com a Ipê Investimentos, ligada ao maior banco da América Latina. Abra sua conta agora e conquiste seus objetivos financeiros!