segunda, 15 de abril de 2024
Criptomoedas

Cainvest e OKX se unem em uma parceria estratégica visando crescimento no Brasil

Parceria visa ampliar serviços, oferecer liquidez aprimorada e experiência de negociação

03 abril 2024 - 16h34Por Redação SpaceMoney

A Cainvest anunciou nesta quarta-feira (3) uma parceria com a exchange de criptomoedas OKX. Essa parceria “promete oferecer uma experiência de negociação ainda mais robusta, competitiva e eficiente para os clientes, ao mesmo tempo em que impulsiona o desenvolvimento e a inovação no ecossistema de ativos digitais”. 

A parceria da OKX, líder global em tecnologia Web3 e exchange de criptomoedas, com a Cainvest, instituição financeira de renome com experiência nos mercados internacionais e nacionais, mostra o esforço do crescimento das duas empresas no Brasil.  

Segundo comunicado, os “50 milhões de usuários da OKX terão acesso a uma liquidez aprimorada para pares de tokens com Reais brasileiros e uma experiência de negociação ainda mais robusta, aproveitando as forças combinadas de ambas as empresas”.  

O Diretor Geral da OKX Brasil, Guilherme Sacamone, se mostrou entusiasmado com essa associação. “Esta parceria fortalece nossa posição como uma das principais plataformas de negociação de criptomoedas no Brasil, permitindo-nos oferecer liquidez adicional e uma experiência de negociação ainda mais robusta aos nossos usuários. Juntos, estamos comprometidos em impulsionar o crescimento e a inovação no mercado de ativos digitais, e esta parceria com a Cainvest é um passo significativo rumo à realização desse objetivo".  

Já o CEO da Cainvest, Charles Aboulafia, acredita que “esta colaboração trará benefícios significativos para seus clientes, permitindo-lhes acessar um leque mais competitivo e amplo de oportunidades de negociação em um ambiente seguro e confiável”.  

“A ampla experiência da Cainvest em serviços financeiros, combinada com a tecnologia de ponta e alcance global da OKX, criará uma poderosa sinergia que impulsionará a inovação e o crescimento no mercado de ativos digitais", completou Aboulafia,