segunda, 27 de maio de 2024
Criptomoedas

Bitcoin (BTC) quebra recorde após 28 meses em alta de 346%

BTC atinge US$ 69 mil depois de 864 dias

05 março 2024 - 13h52Por Redação SpaceMoney
 - Crédito: Executium via Unsplash

Após um declínio de 77%, o Bitcoin (BTC) finalmente superou seu recorde anterior de US$ 69 mil após 864 dias, impulsionado por uma série de fatores, incluindo a aprovação de ETFs de Bitcoin à vista nos Estados Unidos. 

A principal criptomoeda do mercado atingiu seu pico anterior em novembro de 2021, antes de entrar em um mercado baixista prolongado. Desde então, o Bitcoin se recuperou significativamente, valorizando aproximadamente 346% desde o seu menor valor de US$ 15 mil em 2022. No acumulado do ano, a alta já é de 70%. 

Imposto de Renda 2024: criptomoedas em exchanges estrangeiras terão nova tributação

O mercado baixista de 2022 foi marcado por eventos como o colapso do ecossistema Terra Luna e a falência da exchange FTX, que geraram instabilidade e desconfiança no setor. A aprovação de ETFs de Bitcoin à vista nos Estados Unidos foi um marco importante para a indústria, atraindo novos investidores e aumentando a legitimidade da criptomoeda.   

O volume diário de negociações de Bitcoin também está em alta, acompanhando o aumento dos investimentos em ETFs. Na segunda-feira (4), o preço do Bitcoin em euros e libras esterlinas atingiu novos recordes históricos, enquanto sua capitalização de mercado em dólares americanos superou a marca de US$ 1,303 trilhão.