segunda, 27 de maio de 2024
Ações

Movida (MOVI3): o que dizem analistas sobre vazamento de projeção interna?

Valores apresentados para a receita líquida e EBITDA estão acima dos consensos

13 dezembro 2023 - 09h56Por Redação SpaceMoney
 - Crédito: Divulgação/Movida

Na última terça-feira, 12 de dezembro, uma postagem feita por uma colaboradora da Movida (MOVI3) inadvertidamente tornou público os objetivos gerenciais estabelecidos pela empresa para o ano de 2024.

Os dados presentes na imagem revelaram que as metas gerenciais da Movida para o ano de 2024 incluem alcançar:

  • - uma receita líquida de R$ 12,4 bilhões;
  • - um EBITDA (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 4,34 bilhões; e
  • - um lucro líquido de R$ 210 milhões.

 

Ricardo Afonso, analista técnico da Levante Investimentos, destaca que os valores apresentados para a receita líquida e EBITDA estão acima dos consensos, que são, respectivamente, de R$ 11,9 bilhões e R$ 3,6 bilhões.

No entanto, o lucro líquido está consideravelmente abaixo do consenso de R$ 406 milhões, o que levantou preocupações sobre a lucratividade da empresa. Esse cenário resultou em uma queda superior a 10% nas ações durante determinado momento do pregão ontem.

Diante dessa situação, a empresa emitiu um comunicado ao mercado e esclareceu que os números divulgados são gerenciais e envolvem simplificações, e não refletem de maneira precisa a realidade contábil da companhia.

Além disso, destacou que tais dados não devem ser interpretados como projeções ou metas oficiais.

A empresa ressalta que realizou uma convenção de vendas nos últimos dias 5 e 6, durante a qual foram distribuídos termos de compromisso que contêm metas gerenciais simplificadas. Essa abordagem visa aprimorar a comunicação com as equipes operacionais.

No comunicado, a companhia destacou que "Para estas simplificações, foram desconsiderados dos números contidos no termo de compromisso gerencial impactos como: (i) operações ligadas a instrumentos financeiros derivativos; (ii) curva de depreciação de ativos que são impactadas por condições comerciais; (iii) tendências da curva da taxa básica de juros do Brasil e (iv) movimentação de alguns créditos e provisões fiscais".

Tags: movi3, Movida