quinta, 20 de janeiro de 2022
[Square Banner - Mobile Topo 2] [300x250] [mobile] - Assessoria Ipê Investimentos 2022
[SpaceNow Desktop] [200x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
[SpaceNow Mobile] [150x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
Radar Corporativo

Usiminas e Petrobras caem após divulgarem balanços do 3T21

Confira as principais notícias corporativas do dia

29 outubro 2021 - 11h34Por Investing.com
[Billboard Topo 2] [970x250] [pagina-inicial] - Assessoria Ipê Investimentos 2022

Por Ana Beatriz Bartolo, da Investing.com - O Ibovespa operava em queda nesta manhã. Usiminas (SA:USIM5), Petrobras (SA:PETR3) e Méliuz (SA:CASH3) lideram as baixas no índice, enquanto Fleury (SA:FLRY3), JBS (SA:JBSS3) e Minerva (SA:BEEF3) são os destaques positivos desta manhã.

Confira as principais notícias corporativas do dia.

Vale (SA:VALE3) - A Vale registrou lucro líquido de US$ 3,886 bilhões no terceiro trimestre de 2021, aumento de 34% em relação ao mesmo período de 2020. Na comparação ao segundo trimestre deste ano, o lucro mostrou queda de 49%. A geração de caixa medida pelo Ebitda ajustado cresceu 14% em um ano, para US$ 6,938 bilhões. Quando comparado ao trimestre imediatamente anterior, porém, o indicador mostrou queda de 37%.

[04] [Square Detalhe Notícia] [300x250] [geral] Melhores investimentos 2022

A empresa também anunciou um novo programa de recompra de ações, limitado a 200 milhões de ações ordinárias e seus respectivos ADRs, representando até 4,1% do número total de ações em circulação, com base na composição acionária atual. O programa será executado em um período de até 18 meses.

Os ativos da Vale recuam 2,09%, a R$ 72,16.

Petrobras (SA:PETR4) - A Petrobras registrou lucro de R$ 31,14 bilhões no terceiro trimestre deste ano. Assim, reverteu o prejuízo de igual período do ano passado. A empresa também reconheceu uma receita de R$ 4,8 bilhões referentes a Imposto de Renda (IRPJ) e contribuição social (CSLL).

A estatal também aprovou o pagamento de antecipação de remuneração aos acionistas relativa ao exercício de 2021. O valor total será de R$ 31,8 bilhões, cerca de US$ 6 bilhões, equivalente a R$ 2,437865 por ação preferencial e ordinária. Essa remuneração se soma aos R$ 31,6 bilhões já anunciados, totalizando R$ 63,4 bilhões em antecipação referente ao exercício de 2021

No âmbito político, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que terá uma reunião com a diretoria da Petrobras logo após o feriado de 2 de novembro para discutir uma solução para o preço dos combustíveis. A data não foi anunciada, mas deve ocorrer na semana que vem, de acordo com o senador.

As ações caem 3,11%, a R$ 28,06.

Cteep (SA:TRPL4) - A Cteep teve lucro líquido ajustado de R$ 212,4 milhões no terceiro trimestre deste ano, queda de 48% em relação ao mesmo período do ano passado, devido ao reconhecimento de eventos extraordinários que beneficiaram os resultados de 2020, e que não se repetiram em 2021. Sem os ajustes, o lucro líquido da empresa caiu 53,1% para R$ 188,0 milhões.

Os ativos avançam 1,36%, a R$ 24,60.

Suzano (SA:SUZB3) - A Suzano registrou prejuízo de R$ 959 milhões no terceiro trimestre de 2021, revertendo o lucro líquido de R$ 10,037 bilhões registrado no segundo trimestre deste ano. Na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, quando o prejuízo chegou a R$ 1,158 bilhão, houve uma queda de 17%.

O conselho de administração da Suzano deu a aprovação definitiva aos investimentos estimados em R$ 14,7 bilhões na construção de uma unidade de produção de celulose em Ribas do Rio Pardo, no Mato Grosso do Sul.

Os papéis sobem 2,49%, a R$ 50,13.

Assaí (SA:ASAI3) - O lucro líquido do Assaí somou R$ 538 milhões no terceiro trimestre de 2021. O número representa uma alta de 34% em relação ao mesmo período do ano passado e é impactado por um crédito fiscal. Sem o crédito, a companhia teria visto seu lucro líquido avançar 11% no período.

As ações sobem 0,32%, a R$ 15,70.

Fleury - O Grupo Fleury registrou lucro líquido de R$ 95 milhões no terceiro trimestre deste ano, o que representa queda de 28,1% ante o mesmo intervalo de 2020. No acumulado do ano, a companhia teve lucro de R$ 279,1 milhões, avanço de 137,6% em relação aos primeiros nove meses do ano passado.

Os ativos disparam 3,22%, a R$ 18,93.

Usiminas - A Usiminas reportou um lucro líquido de R$ 1,82 bilhão no terceiro trimestre, um forte avanço em relação aos R$ 198 milhões de mesmo período do ano passado, com forte crescimento de receita. O resultado operacional medido pelo Ebitda ajustado disparou 249% ano a ano, para R$ 2,89 bilhões.

Os papéis caem 4,05%, a R$ 13,75.

CCR (SA:CCRO3) - O conselho de administração da CCR decidiu que a companhia iniciará tratativas para adoção de um programa de emissão de American Depositary Receipts (ADR) Nível I com lastro nas ações emitidas pela companhia.

Os papéis sobem 1,13%, a R$ 11,63.

Sabesp (SA:SBSP3) - O conselho de administração da Sabesp aprovou a realização da 29ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em até três séries, para distribuição pública no valor de R$ 1,25 bilhão. Serão 500 mil debêntures na primeira e 750 mil na segunda série. A terceira terá, no mínimo, 150 mil. O vencimento será a cada cinco anos, sendo 2026, 2031 e 2036 respectivamente.

As ações sobem 0,72%, a R$ 36,38.

Alpargatas (SA:ALPA4) - A fabricante de calçados Alpargatas, dona da marca Havaianas, registrou no terceiro trimestre de 2021 lucro líquido recorrente de R$ 155,5 milhões, alta de 34,1% ante o terceiro trimestre de 2020.

Os papéis disparam 2,18%, a R$ 37,11.

Ecorodovias (SA:ECOR3) e CCR - A CCR e a Ecorodovias devem disputar o leilão da rodovia Dutra e da BR/101 (SP/RJ), que acontece hoje.

As ações da Ecorodovias caem 0,36%, a R$ 8,23.

Eletrobras (SA:ELET3) - A Eletrobras pré-selecionou cinco instituições financeiras como coordenadores líderes do sindicato de bancos que vai estruturar a oferta pública de ações (follow on) cujo objetivo é a privatização da estatal. Estão na lista Bank of America, BTG Pactual, Goldman Sachs, Itaú BBA e XP.

Os ativos sobem 0,48%, a R$ 35,72.

Equatorial (SA:EQTL3) - A Equatorial Energia anunciou a compra da Echoenergia, especializada em energias renováveis, pelo valor aproximado de R$ 6,7 bilhões. O acordo da operação foi assinado com o fundo de investimentos Ipiranga.

Os papéis avançam 1,32%, R$ 23,75.

JBS - A JBS anunciou que Cledorvino Belini, ex-presidente da Fiat no Brasil, e Francisco Turra, ex-ministro da Agricultura, foram eleitos membros independentes do conselho de administração do frigorífico. Eles vão ocupar os assentos deixados por Wesley Mendonça Batista Filho e Aguinaldo Gomes Ramos Filho, que renunciaram hoje como membros efetivos do conselho.

As ações sobem 2,78%, a R$ 38,52.

BRB (SA:BSLI4) - O Banco de Brasília (BRB) informou ao mercado que irá adiar a realização da oferta pública inicial de ações (IPO). Segundo comunicado, a decisão é "devido à deterioração das condições do mercado". O BRB ressaltou que "continuará monitorando o mercado em busca de condições mais favoráveis à realização da oferta".

Embraer (SA:EMBR3) - O conselho de administração da Embraer aprovou a proposta de cisão parcial da sua subsidiária integral Yaborã Indústria Aeronáutica, com incorporação da parcela cindida pela Embraer e eficácia a partir de 1º de janeiro de 2022.

Os ativos caem 0,09%, a R$ 22,35.

Omega (SA:OMGE3) - Acionistas da empresa de energia renovável Omega Geração (SA:OMGE3) aprovaram acordo para adquirir a Omega Desenvolvimento por R$ 1,784 bilhão em ações.

Os papéis sobem 0,48%, a R$ 33,67.

Irani (SA:RANI3) - A Irani registrou lucro líquido de R$ 97,5 milhões no terceiro trimestre de 2021, 281,9% maior que o visto um ano antes e um crescimento de 44,2% sobre o segundo trimestre deste ano.

As ações disparam 4,03%, a R$ 6,72.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content