sábado, 27 de novembro de 2021
Ações

Tesla e Fisker sobem com definição de meta para veículos de emissão zero nos EUA

A movimentação dos papéis antecipava a revelação do plano do governo Biden de ter metade de todos os carros e caminhões leves vendidos nos EUA à base de eletricidade, células de hidrogênio ou híbridos até 2030

05 agosto 2021 - 15h42Por Investing.com
Campanha Black Friday 2021 - Warren

Por Dhirendra Tripathi, do Investing.com - As ações da Tesla (NASDAQ:TSLA) (SA:TSLA34) subiam 0,4% e as da Fisker (NYSE:FSR) 4,5% por volta das 15h10 (horário de Basília) desta quinta-feira, antecipando a revelação do plano do governo Biden de ter metade de todos os carros e caminhões leves vendidos nos EUA à base de eletricidade, células de hidrogênio ou híbridos até 2030.

As metas serão voluntárias e terão apoio de montadoras dependendo do respaldo do governo.

Representantes do governo também anunciarão padrões mais rígidos de eficiência de combustível, que foram diluídos sob o regime de Trump para 40 milhas por galão.

Uma mudança para os veículos elétricos permite padrões mais elevados em eficiência de combustível.

A General Motors (NYSE:GM) (SA:GMCO34) e a Ford (NYSE:F) (SA:FDMO34), que também destinaram bilhões de dólares para investimento nos elétricos, também subiam. A GM subia 3,6% e a Ford, 2,9%.

A GM se comprometeu a aumentar os investimentos de capital em veículos elétricos e veículos autônomos de US$ 8 bilhões para US$ 35 bilhões entre 2020 e 2025.

A Ford pretende exceder o volume da Tesla em julho de 2022. A empresa também aumentou os gastos planejados com elétricos para US$ 30 bilhões até 2025, incluindo o desenvolvimento de baterias IonBoost.

O projeto de lei de investimentos de infraestrutura do Senado atribui US$ 7,5 bilhões em doações para estados e municípios construírem estações de recarga que atualmente somam 110.000, de acordo com um relatório do The Wall Street Journal.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content