quarta, 01 de dezembro de 2021
Radar corporativo

Temor com vírus derruba papéis de Turismo e transportes; exportadoras sobem

08 março 2021 - 10h36Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - Ações de exportadoras como dos frigoríficos Marfrig (SA:MRFG3), JBS (SA:JBSS3) e Minerva (SA:BEEF3) subiam, na esteira da desvalorização do real, enquanto a PetroRio (SA:PRIO3) ainda surfava nas altas do petróleo.

Essas eram as únicas ações com sinal positivo no início do pregão desta segunda-feira (8), com investidores penalizando empresas que devem ser mais fortemente afetadas pelos lockdowns no país — incluindo as de Turismo, como CVC Brasil (SA:CVCB3), e de distribuição de combustíveis, como a Ultrapar (SA:UGPA3). Os papéis das três maiores locadoras de veículos do país recuavam com uma possível briga no Cade contra a união da Unidas e da Localiza.

Estas são as principais notícias corporativas do dia:

Locação de automóveis - A Movida (SA:MOVI3) comunicou nesta segunda-feira que pediu ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o Cade, que reprove a operação para a combinação de negócios entre a Localiza (SA:RENT3) e a Unidas. As ações da Unias caíam 2,1%, a R$ 24,29, enquanto a Localiza perdia 3%, a R$ 24,29, e a Movida recuava 1,62%, a R$ 58,93.

Gafisa - A Gafisa (SA:GFSA3) firmou contrato com a BM Empreendimentos visando o ingresso no empreendimento 'Cidade Matarazzo', na cidade de São Paulo, de acordo com fato relevante à Comissão de Valores Mobiliários, a CVM, nesta segunda-feira. O papel recuava 2,27%, a R$ 4,73.

Petrobras - A Petrobras informou que recebeu ofícios do Ministério de Minas e Energia e do Ministério da Economia com indicações do governo a cargos no conselho da empresa, a serem apreciados em assembleia-geral extraordinária de acionistas, de acordo com comunicado nesta segunda-feira. Os papéis da petroleira caíam 1,93%, a R$ 21,96.

Petrobras (SA:PETR4) II - A Comissão de Valores Mobiliários terá uma reunião com dois diretores da corretora Tullett Prebon para investigar operações atípicas com papéis da Petrobras em 18 de fevereiro, data em que o mercado reagiu fortemente ao anúncio da indicação da troca da presidência da petroleira.

BRMalls - A administradora de shopping centers BR Malls (SA:BRML3) informou que, a partir deste sábado, 6, todos os shoppings do Estado de São Paulo terão suas atividades suspensas temporariamente em decorrência da pandemia de covid-19. Desde o último dia 3, o Campinas Shopping, já está de portas fechadas. A ação caía 1,72%, a R$ 8,58.

Oi (SA:OIBR3) - A Oi prorrogou por mais 30 dias o acordo de exclusividade para a venda da InfraCo, unidade de infraestrutura de fibra ótica da operadora. O acordo foi firmado com a Globenet, BTG Pactual (SA:BPAC11) e fundos geridos pelo banco, e agora vence em 05 de abril. Segundo a companhia, esse prazo é final. A ação caía 2,51%, a R$ 1,94.

Renova - A Renova Energia (SA:RNEW11), empresa de geração limpa que tem a Cemig (SA:CMIG4) como principal acionista e está em recuperação judicial, pretende retomar no próximo mês as obras de seu mais importante ativo, o parque eólico Alto Sertão III-Fase A, paralisado há anos.

Focus Energia - A Focus Energia, que atua em comercialização e geração de energia renovável, assinou contrato com a espanhola Soltec Power Holdings para a aquisição de equipamentos para um projeto fotovoltaico no Brasil, disse a companhia europeia em comunicado nesta sexta-feira.

Com informações da Reuters, Estadão Conteúdo e Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content