quinta, 19 de maio de 2022
EUA

S&P 500 sobe a novo recorde com corrida a bancos às vésperas dos balanços

Por volta das 16h45 (horário de Brasília), o S&P 500 subia 0,3%, para um recorde de alta de 4.384,20

12 julho 2021 - 17h08Por Investing.com

Por Yasin Ebrahim, do Investing.com – O S&P 500 atingiu um novo recorde de alta na segunda-feira, liderado pelo setor financeiro, à medida que investidores correram para ações de bancos às vésperas dos seus anúncios de resultado ao final desta semana.

Por volta das 16h45 (horário de Brasília), o S&P 500 subia 0,3%, para um recorde de alta de 4.384,20. O Dow Jones Industrial Average tinha alta de 0,33%, ou 127 pontos, enquanto o Nasdaq tinha alta de 0,14%. 

Uma série de grandes bancos de Wall Street estão programados para dar início à temporada de balanços trimestrais a plano vapor esta semana, com o JPMorgan Chase & Co (NYSE:JPM) (SA:JPMC34) e o Goldman Sachs (NYSE:GS) (SA:GSGI34) divulgando resultados na terça-feira.

O segundo trimestre não foi particularmente bom para os bancos, tendo como pano de fundo a queda das taxas de juros e a redução da demanda por empréstimos em comparação com um ano antes, enquanto os consumidores foram inundados com dinheiro.

"Para este trimestre [T2], eu não acho que os bancos vão divulgar um crescimento substancial em empréstimo, pelo menos a partir dos números que estamos olhando anunciados pelo Fed de St. Louis", disse George Cipolloni, gerente de carteira da Penn Mutual Asset Management, em uma entrevista ao Investing.com na segunda-feira. "O mercado pode gostar do anúncio de recompra de ações pelos bancos, o que poderia ajudar a lhes dar suporte ao longo deste trimestre, embora eu não ache que já iremos atingir um aumento dos empréstimos", ele acrescentou.

Qualquer direcionamento dos bancos que aponte para a melhoria do crescimento de empréstimos líquidos em relação a depósitos será uma grande mola para impulsionar o apetite dos investidores pelos bancos. "Se essa dinâmica mudasse, seria ótimo para o PIB, apoiaria a inflação e o aumento dos rendimentos”, Cipolloni acrescentou. “Se virmos uma mudança na taxa de empréstimos líquidos para depósitos, ficaríamos muito satisfeitos com esse resultado específico em relação aos bancos", disse Cipolloni.

A aposta no setor de finanças e outras ações cíclicas parece vir em detrimento ao setor de crescimento em geral, já que as empresas de tecnologia devolviam parte dos seus ganhos, embora permanecesse no azul graças a uma alta nas ações de semicondutores.

NVIDIA Corporation (NASDAQ:NVDA) (SA:NVDC34), Lam Research Corp (NASDAQ:LRCX) (SA:L1RC34) e ASML Holding NV (AS:ASML) ADR (NASDAQ:ASML) (SA:ASML34) estavam entre os maiores ganhadores, sendo que a últimas apresentava alta de mais de 2%.

Entretanto, as grandes empresas de tecnologia eram negociadas na maior parte em baixa.

Microsoft (NASDAQ:MSFT) (SA:MSFT34), Apple (NASDAQ:AAPL) (SA:AAPL34) e Amazon.com (NASDAQ:AMZN) (SA:AMZO34) apresentavam baixa, enquanto Facebook (NASDAQ:FB) (SA:FBOK34) e Alphabet (NASDAQ:GOOGL) (SA:GOGL34), dona do Google, se mantinham acima da linha de estabilidade.

No front econômico, esta semana vai ser uma de movimentações no mercado, com o anúncio dos dados de inflação na terça-feira, além da fala do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, diante do Congresso na quarta-feira.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content