Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Recomendações

Santander Brasil espera crescimento de crédito em 2021; veja o que dizem analistas

14 janeiro 2021 - 17h20Por Investing.com

Por Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - O Santander Brasil (SA:SANB11) realizou, na quarta-feira (13), uma teleconferência com analistas com a presença do CEO Sergio Rial e do CFO Angel Santodomingo. 

Os principais tópicos abordados foram a expectativa de crescimento de crédito em 2021; custo do risco estável no 4º trimestre; estratégia de digitalização; aumento de concorrência; e o possível spin-off do GetNet.

A XP avaliou a conferência como positiva, mas ressaltou não ter tido grandes surpresas. A corretora tem recomendação Neutra para a ação, com preço-alvo de R$ 32. A XP acredita que o banco tem um mix de crédito mais arriscado; maior porção de crédito de varejo em relação aos concorrentes; índice de inadimplência abaixo da média; e que está menos provisionado do que seus pares, o que pode afetar o lucro.

O Goldman Sachs, por sua vez, recomenda Venda para a ação, com preço-alvo de R$ 30, mas aponta alguns riscos de upside: o market share menor do que a concorrência, que pode levar a uma recuperação mais rápida do crescimento de empréstimos; a alta exposição a empréstimos a pessoa física, que pode elevar margens; e alta na qualidade dos ativos.

Por volta das 17h20, o papel tinha alta de 3,06%, a R$ 46,12, com R$ 99,19 milhões em volume negociado. O Ibovespa operava em alta de 1,55%, aos 123.819 pontos.

Em relação ao crédito, o banco diz esperar crescimento alto, mas ainda na casa de um dígito, para 2021, com a recuperação da economia e o fim do auxílio emergencial, que foi usado por parte dos clientes para quitar débitos. 

Além disso, o Santander espera que os segmentos de pequenas e médias empresas e agronegócio tenham crescimento mais acelerado, o primeiro refletindo necessidades de capital, e o segundo os preços mais altos do setor.

O custo do risco no quarto trimestre de 2020, na perspectiva da gestão do banco, deve seguir próximo do nível de 3% reportado nos três meses anteriores.

Outro ponto importante abordado pela administração foi a estratégia do Santander de agir mais como uma plataforma de distribuição do que um banco tradicional, alavancando canais digitais e usando as agências como pontos de venda. O banco diz ainda ter planos de oferecer serviços automotivos para clientes que compram seguros auto, além de planos de saúde e serviços de viagens.

Sobre a concorrência, o Santander diz esperar intensificação nos próximos anos. O banco espera que o mercado, que hoje é dominado por cinco grandes players, possa alcançar dez players significativos.

Durante a conferência, ainda, a gestão diz estar avaliando um possível spin-off do GetNet, considerando os riscos relacionados ao negócio e sua base de clientes. Além disso, também vê a oportunidade de criar uma plataforma de pagamentos regional e global.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: