quarta, 08 de dezembro de 2021
Radar corporativo

PetroRio dispara com petróleo; Klabin e Suzano surfam no dólar a R$ 5,70

05 março 2021 - 10h47Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - A PetroRio (SA:PRIO3) liderava a alta pregão desta sexta-feira (5) na B3, seguindo o avanço do petróleo no exterior, enquanto as Lojas Americanas figuravam na ponta de queda após o balanço do quarto trimestre. Natura subia com lucro líquido de R$ 175 milhões no período, seguida pelas produtoras de celulose Klabin (SA:KLBN11) e Suzano (SA:SUZB3), que surfam no dólar acima de R$ 5,70.

Essas são as principais notícias corporativas do dia:

Azul (SA:AZUL4) - A Azul precisou cortar 50 voos por dia em março e abril por conta da piora na pandemia no país, disse o presidente da companhia aérea, John Rodgerson, segundo o Estadão. Os papéis caíam 1,9%, para R$ 37,71.

CCR (SA:CCRO3) - A CCR teve no quarto trimestre crescimento do tráfego nas rodovias que administra pela primeira vez desde o início da pandemia, refletindo menores restrições à circulação, mas fechou o período com prejuízo devido a uma baixa contábil. A ação caía 0,17%, a R$ 11,65.

Iguatemi (SA:IGTA3) - O Iguatemi teve uma recuperação parcial no quarto trimestre, com afrouxamento das medidas de isolamento social, mas seguiu com queda nos comparativos anuais devido aos efeitos continuados da pandemia da Covid-19 sobre o comércio físico. Os papéis recuavam 0,89%, a R$ 31,75.

B3 (SA:B3SA3) - O crescente interesse de empresas e investidores pelo mercado de ações brasileiro num ambiente de juros historicamente baixos impulsionou as receitas da B3, que teve lucro líquido de R$ 1,097 bilhão no quarto trimestre, um salto de 49,7% sobre um ano antes. A ação subia 0,83%, a R$ 55,95.

Lojas Americanas (SA:LAME4) - A Lojas Americanas divulgou nesta quinta-feira lucro líquido de quarto trimestre praticamente estável em relação ao mesmo período de 2019, de R$ 400,4 milhões, segundo dados do balanço da controladora do grupo. Os papéis caíam 1,7%, a R$ 23,85.

Natura (SA:NTCO3) - A Natura&Co, controladora de marcas como Avon e The Body Shop, divulgou nesta quinta-feira lucro líquido consolidado de R$ 175,7 milhões para quarto trimestre, período em que o grupo lançou uma oferta pública de ações que atingiu R$ 5,6 bilhões. A ação avançava 4,24%, a R$ 49,43.

B2W (SA:BTOW3) - A B2W teve um salto em suas principais linhas de resultados no quarto trimestre, enquanto seguiu se beneficiando do salto do comércio eletrônico no Brasil, na esteira das restrições ao comércio físico tomadas durante a pandemia. O papel caía 0,62%, a R$ 74,22.

AES Brasil - A elétrica AES Brasil atualizou sua projeção de investimentos para o período entre 2021 e 2025 para cerca de R$ 2,4 bilhões, ante R$ 1,5 bilhão estimados anteriormente, após fechar contrato para fornecer energia à Ferbasa (SA:FESA4), informou a companhia nesta quinta-feira. O papel caía 0,31%, a R$ 16,21.

Petrobras (SA:PETR4) - A Petrobras reiterou nesta quinta-feira em comunicado que todos os membros da diretoria executiva estão comprometidos em cumprir seus mandatos, que se encerram em 20 de março. A ação subia 1,04%, a R$ 22,45.

MRV (SA:MRVE3) - A MRV teve lucro líquido consolidado de R$ 196 milhões no quarto trimestre de 2020, alta de 29,8% em relação ao mesmo período de 2019. No acumulado do ano, o lucro totalizou R$ 550 milhões, baixa de 20,3% em relação ao anterior. O papel caía 1,5%, a R$ 16,45.

São Carlos - A São Carlos (SA:SCAR3), empresa de investimento e administração de imóveis comerciais, reportou lucro líquido de R$ 16,8 milhões no quarto trimestre de 2020, uma alta de 12% em comparação com o mesmo período do ano anterior, informou a companhia em comunicado nesta sexta-feira. O papel subia 3,06%.

Com informações da Reuters, Estadão Conteúdo e Agência Brasil

 

Veja como as ações operaram hoje no Ibovespa

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content