Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Commodities

Petróleo atinge novas máximas de 13 meses com queda das exportações da Líbia

09 fevereiro 2021 - 15h42Por Investing.com

Por Geoffrey Smith, da Investing.com - Os preços do petróleo bruto atingiram novas máximas de 13 meses na terça-feira (9), com o governo dos EUA prevendo um retorno lento aos níveis pré-pandêmicos de produção para a indústria doméstica, enquanto o mercado global continuou a apertar em parte devido a problemas de exportação Líbia.

Por volta das 15h44 (horário de Brasília), os futuros do petróleo dos EUA subiam 0,33%, a US$ 58,16  o barril, enquanto os futuros do Brent subiam 0,40%, a US$ 60,94 o barril.

Os preços dos futuros da gasolina dos EUA enfraqueceram, no entanto, perdendo 0,42% para US$ 1,6710 o galão. Os futuros do gás natural também estavam abaixo de sua alta recente de dois anos, mas ainda eram razoavelmente sustentados pela demanda de aquecimento, a US$ 2,819 por milhão de unidades térmicas britânicas.

Clique aqui e confira todas as notícias sobre os IPOs de 2021!

No exterior, o mercado está apertando com o aumento da demanda asiática e com a Líbia, um importante membro da Opep isento do pacto sobre a produção, continuando a experimentar interrupções nas exportações devido a uma greve de guardas armados no porto de Hariga, que afirmam não terem sido pagos. A mídia relata que as exportações do país caíram em quase 200.000 barris por dia desde seu pico recente.

O pacto entre a Opep, a Rússia e outros grandes exportadores os impede de repor o suprimento perdido.

Nos EUA, a Administração de Informação de Energia (EIA, na sigla em inglês) disse que não espera que a indústria de petróleo do país volte aos níveis de produção pré-pandêmicos até 2023, até porque espera que o setor tenha que lutar mais investimento no futuro.

“A indústria de petróleo e gás natural já estava se encaminhando para depender de capital do fluxo de caixa em vez de dívida e patrimônio líquido”, disse a EIA em sua previsão para 2021, publicada na terça-feira. “A Covid-19 acelerou essa tendência, deixando os produtores mais dependentes de fontes internas de fluxo de caixa porque as fontes externas de financiamento estão menos disponíveis ou exigem taxas de retorno mais altas.”

A Opep e a Agência Internacional de Energia também devem publicar suas últimas atualizações sobre as perspectivas do mercado global no decorrer da semana.

Mais tarde na terça-feira, o American Petroleum Institute divulgará sua avaliação semanal dos estoques de petróleo e derivados dos EUA. Analistas esperam que os estoques de petróleo tenham subido em pouco menos de 1 milhão de barris na semana passada.

Empiricus: Analista Criminal revela como adquirir imóveis por uma fração do valor

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: