Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Resultado

Petrobras (PETR4): Cancelamento da venda da RNEST prejudica fim do monopólio, diz Itaú BBA (ITUB4)

Banco afirma que sem o negócio, estatal não consegue reduzir a sua exposição ao mercado nacional de combustíveis

26 agosto 2021 - 13h22Por Investing.com

Por Ana Beatriz Bartolo, da Investing.com - O Itaú BBA considerou negativo o anúncio da Petrobras (PETR4) de cancelamento do processo de venda da Refinaria Abreu e Lima (Rnest).

Sem esse negócio, a estatal não consegue reduzir a sua exposição ao mercado nacional de combustíveis e nem limitar as perdas ocasionadas pela política de manutenção dos preços abaixo da paridade internacional.

Segundo o anúncio, a Petrobras tomou essa decisão, pois nenhum dos interessados na compra apresentaram uma proposta vinculante para o negócio. Assim, a empresa permanece responsável por ativos relevantes nas regiões Nordeste (via Rnest) e Sul (via Repar), onde também apresenta demanda em níveis de preços considerados insuficientes pela Petrobras.

O desinvestimento nessas refinarias faria com que a estatal limitasse a sua influência no mercado brasileiro, colaborando para o processo de abrir mão do monopólio no país. 

O Itaú BBA acredita que a Petrobras tem capacidade de gerar um bom caixa em 2022, mas a política de intervenções de preço ainda preocupa. Historicamente, o governo federal usa a empresa para manter os preços do combustível artificialmente baixos, para evitar insatisfação popular e segurar a inflação.  Sem o monopólio, a Petrobras não seria capaz de fazer esse controle de preços.

A manutenção dos preços abaixo do mercado internacional, segundo o relatório, faz com que participantes terceiros deixem de importar combustível, obrigando a Petrobras a aumentar as suas importações para suprir o mercado interno. Isso impacta diretamente o caixa da empresa. 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: