quarta, 26 de janeiro de 2022
[Square Banner - Mobile Topo 2] [300x250] [mobile] - Assessoria Ipê Investimentos 2022
[SpaceNow Desktop] [200x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
[SpaceNow Mobile] [150x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
Balanço 2T21

Petrobras (PETR3) (PETR4) registra lucro líquido de R$ 42,8 bilhões no 2º tri

De acordo com a administração, o resultado foi impactado positivamente pelo efeito da apreciação do real sobre a dívida

05 agosto 2021 - 08h56Por Redação SpaceMoney
[Billboard Topo 2] [970x250] [pagina-inicial] - Assessoria Ipê Investimentos 2022
 - Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Petrobras (PETR3) (PETR4) reportou lucro líquido de R$ 42,8 bilhões (US$ 8,1 bilhões) no segundo trimestre deste ano. A informação foi divulgada na noite desta quarta-feira (4), logo após o fechamento do mercado.

De acordo com a administração, o resultado foi impactado positivamente pelo efeito da apreciação do real sobre a dívida.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado foi de R$ 61,9 bilhões (US$ 11,8 bilhões), 32% acima do trimestre anterior, segundo o relatório da companhia.

[04] [Square Detalhe Notícia] [300x250] [geral] Melhores investimentos 2022

A geração de fluxo de caixa operacional e a de fluxo de caixa livre totalizaram, respectivamente, de R$ 56,6 bilhões (US$ 10,8 bilhões) e R$ 48,6 bilhões (US$ 9,3 bilhões).

Segundo a Petrobras, o resultado positivo permite a antecipação do pagamento de dividendos à União e aos acionistas minoritários.

“Em função desse resultado, o Conselho de Administração da companhia aprovou a antecipação do pagamento de remuneração ao acionista referente ao exercício de 2021 no montante de US$ 6 bilhões, sendo US$ 4 bilhões [R$ 21 bilhões] a serem pagos em 25 de agosto deste ano e US$ 2 bilhões [R$10,6 bilhões] em 15 de dezembro de 2021. Dessa forma, a Petrobras compartilha os ganhos financeiros com a sociedade brasileira. A União, acionista controlador, receberá R$ 11,6 bilhões desse valor e, somadas as parcelas já pagas, o montante chegará ao final de 2021 em R$ 15,4 bilhões”, esclarece o material.

Foi destacada pela estatal a redução do endividamento, que chegou a uma dívida bruta de R$ 318,6 bilhões (US$ 63,7 bilhões) - um recuo de 10,3% em relação ao período de janeiro a março deste ano. 

 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content