terça, 05 de julho de 2022
[IPE NECTON - SPACENOW DESKTOP]
O que influencia o dia

Petrobras elege novo conselho, Musk quer assumir Twitter: veja as principais notícias de hoje (14)

Fique por dentro dos cinco principais assuntos que movimentarão os mercados em todo o mundo nesta quinta-feira

14 abril 2022 - 08h24Por Investing.com
IPE - NECTON - BILBOARD TOPO 2 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS E DEMAIS]

Por Geoffrey Smith e Ana Beatriz Bartolo

Investing.com - Petrobras (SA:PETR4) elege um novo conselho.

O homem mais rico do mundo, Elon Musk, tenta assumir o Twitter (NYSE:TWTR), uma das maiores empresas de mídia social do mundo.

[NECTON IPE -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

A recuperação do dólar diminui e os rendimentos dos títulos se estabilizam bem acima de seus máximos, antes dos pedidos semanais de seguro-desemprego e dos dados mensais do sentimento do consumidor.

O BCE realiza sua última reunião de política por oito semanas.

A Frota do Mar Negro da Rússia perde seu carro-chefe para uma explosão quando os EUA enviam ainda mais ajuda militar à Ucrânia.

[OGF - VIP -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

Aqui está o que você precisa saber nos mercados financeiros na quinta-feira, 14 de abril:

1. Petrobras elege um novo Conselho

A Assembleia-Geral Ordinária da Petrobras elegeu José Mauro Ferreira Coelho como conselheiro da companhia e Márcio Weber para presidente do conselho de administração da estatal.

A entrada de Coelho no conselho da empresa abre as portas para que ele seja confirmado como presidente da Petrobras em nova reunião do colegiado, que deve acontecer hoje, 14.

[OGF - VIP -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

Essa eleição do conselho da estatal petroleira, marcada por problemas técnicos no sistema de votação, registrou a perda de espaço da União frente às indicações dos minoritários.

Dos oito indicados a assentos no conselho da Petrobras pela União, apenas seis foram eleitos. Os minoritários garantiram quatro cadeiras, enquanto os trabalhadores ficaram com um representante.

Além de Coelho e Weber, também foram eleitos Murilo Marroquim de Souza, Ruy Schneider, Sônia Villalobos, Marcelo Gasparino da Silva, Rosangela Torres, Luiz Henrique Caroli, José João Abdalla Filho, Francisco Petros Oliveira Lima e Marcelo Siqueira Filho.

Também era esperada uma deliberação sobre uma mudança no estatuto da Petrobras para reforçar os seus mecanismos de governança.

Porém, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), que detém as ações da União da companhia, pediu pelo adiamento dessa discussão.

A ordem para que a PGFN impedisse a votação teria partido do próprio Ministério de Minas e Energia, segundo fontes.  

2. Dólar enfraquece

O rali do dólar parou, à medida que os participantes do mercado reavaliam as perspectivas para movimentos agressivos do Federal Reserve após os dados de inflação ao consumidor de março, quando uma ligeira queda no núcleo da inflação forneceu a primeira medida de alívio em meses do que se tornou uma tendência cada vez mais alarmante em preços.

Às 08h07, o índice de dólar futuros recuava 0,23%, a 99,680, quase um ponto percentual abaixo do pico atingido no início da semana.

A mudança também se deve a outros bancos centrais mostrarem suas credenciais de combate à inflação, com Canada e New Zealand aumentando suas taxas principais em 50 pontos-base cada na quarta-feira (13) e o BoC começar a permitir que sua carteira de títulos rolasse.

Os rendimentos dos títulos dos EUA também diminuíram, com os rendimentos do Tesouro de 2 anos e 10 anos estáveis em torno de 2,34% e 2,70%, respectivamente, durante a noite.

Isso pode mudar mais tarde, quando os pedidos iniciais de seguro-desemprego da semana passada forem divulgados, ou quando a pesquisa de opinião do consumidor de Michigan for divulgada às 11h.

3. Reunião do BCE

A sequência da semana de notícias do banco central continua mais tarde com a reunião do Banco Central Europeu.

Espera-se que o BCE não anuncie nenhuma mudança em sua política às 9h45, no entanto, dado que a economia da zona do euro desponta como a mais exposta de todas as economias avançadas à guerra da Rússia na Ucrânia.

Uma ilustração disso veio mais cedo quando a Volkswagen (ETR:VOWG_p) anunciou suas entregas de grupo caiu 31% em março na comparação anual, e também alertou que a volatilidade nos mercados de commodities poderia afetar negativamente suas operações de hedge.

O JPMorgan (NYSE:JPM) reconheceu ter perdido US$ 120 milhões na loucura do mês passado nos mercados de níquel na quarta-feira.

O euro subiu 0,3% em relação ao dólar no final da manhã em Frankfurt, mas caiu mais de 4% desde o início da guerra.

Isso apesar da inflação recorde que levou os traders a precificar mais de 50 pontos-base de aumentos das taxas de juros até o final do ano. Até agora, o BCE recusou-se a endossar tais expectativas.

4. Mercado de ações americanas

Os mercados de ações dos EUA devem abrir um pouco mais alto mais tarde, mas todos os olhos estarão voltados para a enxurrada de divulgações de lucros dos bancos que acontecem antes da abertura, depois que os resultados do líder tradicional JPMorgan ficou aquém das expectativas.

Os números de Goldman Sachs (NYSE:GS), Morgan Stanley (NYSE:MS), Wells Fargo (NYSE:WFC) e Citigroup (NYSE: C) devem ser divulgados antecipadamente, assim como a PNC Financial (NYSE:PNC), US Bancorp (NYSE:USB) e State Street (NYSE: STT). 

Às 08h11, os futuros da Dow Jones subiam 0,18%, enquanto os da Nasdaq 100 e da S&P 500 recuavam 0,01% e 0,03%, respectivamente. 

Os três principais índices de caixa tiveram ganhos sólidos na quarta-feira, já que os temores das taxas de juros diminuíram um pouco, com a Dow Jones e a S&P ganhando mais de 1% cada e a Nasdaq Composite subindo mais de 2%.

Outra ação que pode ganhar destaque durante o dia: o Twitter.

O CEO da Tesla (NASDAQ:TSLA), Elon Musk, ofereceu-se para comprar o Twitter por US$ 54,20 por ação em dinheiro, o que avalia a empresa de mídia social em US$ 41,4 bilhões.

Isso simboliza um prêmio de 38% em relação ao preço na véspera da divulgação de Musk, 12 dias atrás, de que ele havia acumulado uma participação "passiva" de 9,2% na empresa.

A oferta pode apaziguar alguns dos acionistas do Twitter que moveram uma ação contra Musk por não divulgarem a participação em tempo hábil. 

De qualquer forma, a perspectiva de o homem mais rico do mundo assumir um dos ativos de mídia mais influentes do mundo provavelmente vai causar agitação em Washington e entre os acionistas da Tesla, alguns dos quais criticaram o interesse de Musk na empresa como uma distração.

5. Carro-chefe da Frota Russa do Mar Negro avariado por explosões

As dificuldades da Rússia na guerra com a Ucrânia aumentaram quando o carro-chefe de sua Frota do Mar Negro foi aleijado por explosões.

A tripulação do cruzador Moskva (Moscou) foi forçada a abandonar o navio após uma série de detonações de munições a bordo do navio, admitiu o Ministério da Defesa da Rússia em comunicado.

Não está claro se as explosões foram resultado de um ataque ucraniano - como alegado pelas autoridades ucranianas - ou procedimentos de manutenção e segurança deficientes.

Os EUA anunciaram anteriormente que enviarão mais US$ 800 milhões em ajuda militar para a Ucrânia para ajudar a repelir um novo ataque em suas regiões orientais.

Separadamente, o governo russo anunciou um pacote de resgate de 19,5 bilhões de rublo para o setor aéreo do país, uma das muitas medidas de apoio prováveis nas próximas semanas e meses.

A mídia russa especula que o total necessário pode representar até metade dos ativos do Fundo Nacional de Riqueza do país.

 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content