Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Radar corporativo

Petrobras, BB e Eletrobras recuperam parte do tombo; varejistas recuam

23 fevereiro 2021 - 10h33Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - As ações da Petrobras lideravam o pregão desta terça-feira (23), recuperando parte das fortes perdas da véspera, de olho na reunião do Conselho que deve dar o aval à indicação do Planalto para a nova presidência da companhia. Banco do Brasil e Eletrobras, também penalizadas ontem, subiam, enquanto o setor de siderurgia avançava com expectativas para a retomada da economia.

Papéis ligados ao varejo recuavam, liderados pelas Lojas Americanos e B2W (SA:BTOW3), que ontem, após admitirem estudos para junção das operações, foram alguns dos poucos papéis da B3 (SA:B3SA3) a fecharem em alta.

Essas são as principais notícias corporativas desta terça-feira, 23 de fevereiro:

Petrobras (SA:PETR4) - Hoje o Conselho da Petrobras deve dar o aval à indicação do general Joaquim Silva e Luna para o comando da petroleira, no lugar de Roberto Castello Branco. Especialistas em Direito corporativo disseram ao Estadão que a votação entre os 11 membros deve se prolongar e resultar em placar apertado, mas favorável ao general. Os papéis da petroleira subiam mais de 10%, após ontem recuarem 20% ao longo do dia.

Eletrobras (SA:ELET3) e Banco do Brasil (SA:BBAS3) - Os papéis ordinários das duas estatais subiam 1,2% e 4,43%, respectivamente, após a onda de rebaixamentos de recomendações pelas principais casas de investimentos que cobrem o mercado brasileiro, com receios de mais interferências por parte do governo.

Vale (SA:VALE3) - O BNDES anunciou ontem que zerou a posição na Vale, segundo o site Brasil Journal. O banco de investimentos se desfez de 119 milhões de ações da mineradora desde o início do ano. As ações subiam 1,26%, a R$ 96,55.

EDP (SA:ENBR3) Energias do Brasil - Os resultados do quarto trimestre da EDP Energias do Brasil surpreenderam o mercado, com o Ebitda ajustado, de R$ 659,2 milhões, superando a projeção da XP Investimentos, de R$ 528,6 milhões. Os papéis subiam 0,55%, a R$ 18,15.

AES Brasil - O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos concedeu licença de instalação para construção do Complexo Eólico Tucano, com 365,8 MW de capacidade instalada, na Bahia, iniciativa de uma joint venture de controle compartilhado entre a AES Brasil e Unipar (SA:UNIP3) Carbocloro. Os papéis das empresas subiam 1,52% e 0,15%, respectivamente.

Itaúsa (SA:ITSA4) - A Itaúsa teve leve alta do lucro no quarto trimestre, uma vez que o desempenho positivo de empresas industriais mais do que compensou os lucros menores da holding com o Itaú Unibanco (SA:ITUB4), afetado por maiores provisões para calotes devido à crise gerada pela pandemia da Covid-19. A ação da companhia avançava 2,35%

Alpargatas (SA:ALPA4) - O presidente da Alpargatas, Roberto Funari, disse ao Valor que o crescimento do braço de vendas digitais será prioridade da empresa para as operações no mercado externo em áreas como Estados Unidos, China e Europa. O papel caía 1,33%.

Com informações da Reuters, Estadão Conteúdo e Agência Brasil

Veja como as ações operaram hoje no Ibovespa

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: