Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Metal amarelo

Ouro cai pelo segundo dia consecutivo após observação de Powell sobre "inflação pontual"

O ouro para entrega em abril fechou em baixa de US$ 13, ou 0,8%, a US$ 1.725,10 a onça na Comex de Nova York. Na sessão anterior, o metal perdeu 0,2%

23 março 2021 - 18h12Por Investing.com

Por Barani Krishnan, da Investing.com - O ouro ainda reage às preocupações com a inflação?

A resposta certa provavelmente é: “Quando for conveniente para o mercado”.

Os preços do ouro caíram pelo segundo dia consecutivo conforme o Índice Dólar saltava acima do nível de 92 depois que o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, reiterou que qualquer aumento na inflação dos EUA neste ano provavelmente será "pontual". Ele também disse que o banco central tem todas as ferramentas para garantir que as pressões sobre os preços sejam mantidas ancoradas em sua meta de 2%.

O ouro para entrega em abril fechou em baixa de US$ 13, ou 0,8%, a US$ 1.725,10 a onça na Comex de Nova York. Na sessão anterior, o metal perdeu 0,2%.

"Na maioria dos dias agora, não há clareza sobre o que está movendo o ouro, com todo o fluxo sobre os rendimentos e o dólar", disse Philip Streible, estrategista de metais preciosos da Blueline Futures em Chicago.

“A observação de Powell hoje de que os efeitos da inflação serão temporários foram suficientes para enviar o dólar para cima e o ouro para baixo. Mas todas essas preocupações com o aumento da inflação nas últimas semanas foram um lixo para o ouro. Então, o ouro ainda responde às preocupações com a inflação? Sim, quando for conveniente para o mercado.”

Testemunhando no primeiro aniversário do resgate fiscal histórico montado para a economia dos EUA em meio à Covid-19, Powell disse ao Comitê de Serviços Financeiros do Congresso em Washington que o esperado salto acentuado na inflação conforme a economia reabre "não será persistente".

O Fed vai "continuar a fornecer à economia o apoio de que necessita durante o tempo que for necessário... já que os setores da economia mais afetados pelo ressurgimento do vírus e pelo maior distanciamento social continuam fracos", disse Powell.

Há muito associado a rótulos como porto seguro, reserva de valor e proteção contra a inflação, o ouro desmascarou essas conotações por pelo menos seis meses, despencando principalmente quando o hype do mercado sobre a inflação fez os rendimentos do Tesouro dispararem.

O metal amarelo demonstrou a fé depositada nele pelos investidores durante o auge da pandemia, subindo dos pontos baixos de março de 2020, de menos de US$ 1.500, para alcançar um recorde de quase US$ 2.100. Ele caiu desde então, entrando brevemente em um mercado em baixa, perdendo até 20% e atingindo mínimas abaixo de US$ 1.675 no início deste mês.

Embora o ouro tenha escapado daquele buraco, ele ficou preso abaixo de US$ 1.750, comportando-se mais como um paciente na UTI do que em um caminho de recuperação.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: