Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Abertura de mercado

O que esperar para bolsa e câmbio no Brasil nesta quarta-feira (7)

Confira as principais notícias, a agenda das autoridades e o informe corporativo do dia

07 julho 2021 - 09h30Por Investing.com

Por Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - Depois de o Ibovespa fechar a terça-feira na mínima desde o final de maio, caindo 1,44%, aos 125.094 pontos, o Ibovespa Futuros abriu em alta e subia 0,84% perto das 9h05 desta quarta-feira (7), enquanto o dólar caía 0,46%, a R$ 5,1731.

Nos EUA, os futuros do Nasdaq 100 subiam 0,58%, enquanto Dow Jones e S&P 500 ganhavam 0,16% e 0,25%, respectivamente. O iShares MSCI Brazil ETF (NYSE:EWZ), principal ETF brasileiro negociado no exterior, subia 1,49% no pré-mercado americano.

O Brasil registrou na terça-feira 1.780 novas mortes em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de vítimas fatais da doença no país a 526.892, informou o Ministério da Saúde. Também foram contabilizados, de acordo com a pasta, 62.504 novos casos de coronavírus, com o total de infecções no país avançando para 18.855.015.

Seguem no radar, nesta quarta, a proposta de reforma tributária enviada pelo governo e os desenvolvimentos da CPI da Covid, que vêm fazendo preço nos mercados brasileiros.

Particularmente, está em foco a reforma do Imposto de Renda, em que Guedes insiste na taxação de lucros e dividendos em 20% e no corte de subsídios para acelerar a queda do IRPJ.

Em Brasília, a CPI da Covid ouve nesta quarta o ex-diretor do departamento de logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, acusado de ter pedido propina de US$ 1 por dose na compra de vacinas da AstraZeneca.

No calendário econômico, o mercado estará de olho nos dados de vendas no varejo que subiram 1,4% em maio. 

Principais notícias
IGP-DI
- O índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna desacelerou a alta para 0,11% em junho, depois de subir 3,4% em maio, pois commodities importantes aliviaram a inflação no atacado, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Correios - O procurador-geral da República, Augusto Aras, se posicionou de maneira contrária à privatização de serviços postais e correio aéreo nacional da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), informou o Ministério Público Federal.

Carne bovina - As exportações de carne bovina do Brasil encerraram o primeiro semestre com queda de 3,2%, a 880 mil toneladas, devido a uma acomodação das compras da China e a gargalos físicos, informou a Associação Brasileira de Frigoríficos.

CVM e STX - A Comissão de Valores Mobiliários aceitou uma proposta de acordo da SPE STX 32 Desenvolvimento Imobiliário e do presidente da empresa, Marcelo Paes Fernandez Conde, mediante pagamento total de R$ 560 mil para encerrar o processo sancionador. Eles eram acusados de realizar oferta pública de valores mobiliários sem o registro previsto.

Agenda das autoridades
Jair Bolsonaro
- Reuniões com Carlos França, ministro das Relações Exteriores; Humberto Fernandes de Moura, subchefe substituto para assuntos jurídicos da Secretaria-Geral da Presidência; Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; e Romeu Zema, governador de Minas Gerais.

Paulo Guedes - Reunião da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC) e audiência pública na comissão especial da reforma administrativa.

Campos Neto - Deslocamento de São Paulo para Miami, nos EUA.

Informe corporativo
BRF
(SA:BRFS3) - A BRF anunciou investimento de US$ 2,5 milhões na startup israelense Aleph Farms para produzir carne cultivada a partir de células bovinas não geneticamente modificadas em 2024.

Guru - A fintech Guru recebeu um aporte de R$ 12 milhões em rodada liderada pelo multi-family office Turim, que a avaliou em R$ 55 milhões.

Petrobras (SA:PETR4) - A petroleira vai promover um aumento de 7% nos preços de venda do gás natural para as distribuidoras a partir de 1º de agosto devido à valorização do petróleo no segundo trimestre.

Mater Dei (SA:MATD3) - O conselho de administração do Hospital Mater Dei aprovou a compra do grupo hospitalar Porto Dias, que atua na região Norte, por R$ 800 milhões, além da emissão de ações.

EDP (SA:ENBR3) - A portuguesa EDP disse que sua sede foi revistada no âmbito de uma investigação sobre alegação de fraude fiscal relacionada à venda de seis barragens à empresa francesa Engie (SA:EGIE3).

Previ - O fundo de pensão tem previstos no orçamento R$ 3 bilhões para ofertas públicas iniciais de ações (IPOs) em 2021, dos quais R$ 1 bilhão foi aplicado na primeira metade do ano.

Inepar (SA:INEP4) - O presidente do conselho de administração e diretor presidente da Inepar, Atilano de Oms Sobrinho, renunciou ao cargo.

Bradesco (SA:BBDC4) - O banco firmou o compromisso de descarbonizar suas carteiras de crédito e investimentos até 2050, ou até antes, de acordo com as metas do Acordo de Paris sobre o Clima.

Minerva (SA:BEEF3) - A companhia de alimentos lançou e concluiu, por meio de sua subsidiária em Luxemburgo, a precificação de títulos de dívida no valor total de US$ 400 milhões.

Ambipar (SA:AMBP3) - A Ambipar informou a aquisição de 100% da Swat Consulting Inc., especializada em atendimentos de emergências ambientais e treinamentos, por meio de sua controlada Ambipar Holding USA.

Ânima (SA:ANIM3) - A Ânima comunica que assinou um contrato para a aquisição de parte das ações ordinárias e preferenciais da Gama Academy, plataforma digital para formação de habilidades tecnológicas, com uma opção de aquisição de controle até 2025. O valor da operação é de R$ 33,8 milhões.

Méliuz (SA:CASH3) - O conselho de administração da Méliuz aprovou a realização da oferta pública de distribuição primária e secundária de ações da companhia. Com base no preço das ações em 6 de julho, o valor da oferta seria de R$ 749.030.158,80, sem considerar a possibilidade de ações adicionais.

- Com Reuters e Estadão Conteúdo.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: