terça, 24 de maio de 2022
Abertura de mercado

O que esperar para bolsa e câmbio no Brasil nesta quarta-feira (14)

Confira as principais notícias, a agenda das autoridades e o informe corporativo do dia

14 julho 2021 - 09h48Por Investing.com
 - Crédito: M. B. M. via Unsplash

Por Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - Depois de o Ibovespa fechar a terça-feira em alta de 0,45%, com foco na reforma do imposto de renda, o Ibovespa Futuros abriu em leve baixa e caía 0,11% perto das 9h15 desta quarta-feira (13), enquanto o dólar perdia 0,48%, a R$ 5,1376.

Nos EUA, os futuros do Nasdaq 100 subiam 0,47%, enquanto Dow Jones e S&P 500 ganhavam 0,06% e 0,17%, respectivamente. O iShares MSCI Brazil ETF (NYSE:EWZ), principal ETF brasileiro negociado no exterior, subia 1,01% no pré-mercado americano.

O Brasil registrou na terça 1.605 novas mortes em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de vítimas fatais da doença no país a 535.838, informou o Ministério da Saúde. Também foram contabilizados, de acordo com a pasta, 45.022 novos casos de coronavírus, com o total de infecções no país avançando para 19.151.993.

Jair Bolsonaro foi internado na manhã de hoje após sentir dores. O quadro clínico seria de obstrução abdominal, mas fontes próximas informam que o presidente se encontra bem. A reunião entre os líderes dos Três Poderes da República marcada para hoje, para discutir as relações após atritos nos últimos dias, foi cancelada.

Além disso, as atenções hoje estarão voltadas às falas de Arthur Lira sobre o imposto de renda e aos demais debates sobre o tema depois da apresentação do parecer na terça-feira pelo deputado Celso Sabino. Lira elogiou o texto e disse que poderia ser votado ainda nesta semana. Analistas vêm alertando para o impacto fiscal da proposta.

No calendário econômico, foi divulgado às 9h o IBC-Br de maio, considerado a prévia do PIB do Banco Central. O índice apresentou baixa de 0,43%, bem abaixo da expectativa de alta de cerca de 1% na comparação mensal.

Principais notícias
Turismo
- As atividades turísticas já somam um prejuízo de R$ 376,6 bilhões desde o agravamento da pandemia de Covid-19 no Brasil, em março de 2020, até maio deste ano, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Supersalários - A Câmara aprovou o projeto que pretende barrar os chamados supersalários do funcionalismo público, com apoio de todos os partidos. A proposta agora volta para o Senado.

ETF Ether - A gestora de recursos QR Asset anunciou a aprovação de seu ETF baseado na moeda digital ether pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Agenda das autoridades
Jair Bolsonaro
- Atendimento hospitalar.

Paulo Guedes - Reuniões com Bruno Funchal, secretário especial da Fazenda, Fernando Bezerra, senador; Reynaldo Passanezi, presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig (SA:CMIG4)); Áureo Ribeiro, deputado federal; e Gustavo Ene, secretário de Desenvolvimento de Infraestrutura. Participação em live do Valor Econômico com o jornalista Cristiano Romero.

Campos Neto - Férias.

Informe corporativo
Vale
(SA:VALE3) - A mineradora informou que concluiu a obra de descaracterização da barragem Fernandinho, em Nova Lima (MG), e finalizou a construção da estrutura de contenção que serve as barragens de Forquilhas I, II, III, IV e Grupo, entre os municípios de Itabirito e Ouro Preto.

Lojas Renner (SA:LREN3) - A varejista fechou contrato com a Enel (MI:ENEI) para a compra de energia eólica para atender a demanda de 170 lojas, além de seu novo centro de distribuição.

Eldorado - A Eldorado Brasil Celulose informou que a Justiça permitiu a transferência de seu controle para a Paper Excellence.

Helbor (SA:HBOR3) - A Helbor divulgou os resultados operacionais do segundo trimestre, segundo os quais as vendas brutas totais chegaram a R$ 468 milhões, aumento de 113,4% em relação ao segundo trimestre de 2020.

Valid (SA:VLID3) - A companhia informou que os fundos de investimentos e carteiras administradas pela BTG Pactual (SA:BPAC11) WM Gestão de Recursos atingiram 5,97% de participação acionária na companhia, passando a  deter 4.901.400 ações.

Grupo Mateus (SA:GMAT3) - A varejista informou que inaugurou quatro lojas em junho no Maranhão e no Pará. Com isso, o Grupo Mateus encerrou o mês com 182 lojas em operação.

Mitre (SA:MTRE3) - Segundo os resultados operacionais prévios da companhia referentes ao segundo trimestre, seus lançamentos somaram R$ 237 milhões em VGV, alta de 99,8% em relação ao primeiro trimestre.

Petrobras (SA:PETR4) - A estatal já lançou ao mercado um processo de concorrência para a contratação de uma plataforma para o projeto de águas profundas de Sergipe-Alagoas, disse o diretor de desenvolvimento da empresa, indicando que as propostas deverão ser recebidas em 2022.

PetroRio (SA:PRIO3) - A petroleira informou que assinou com a Ocyan Drilling a contratação da sonda Norbe VI para a revitalização do Campo de Frade e o desenvolvimento de Wahoo.

Raízen - A joint venture entre a Royal Dutch Shell (NYSE:RDSa) (SA:RDSA34) e a Cosan (SA:CSAN3) anunciou IPO de, inicialmente, 810.811.000 ações preferenciais. A empresa estima que o preço de subscrição por ação estará entre R$ 7,40 e R$ 9,60, podendo levantar até R$ 7,78 bilhões.

CBA - Uma das principais empresas do Grupo Votorantim, a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) concluiu sua oferta inicial de ações, movimentando R$ 1,61 bilhão. A empresa vai estrear na bolsa na próxima quinta-feira (15).

- Com Reuters e Estadão Conteúdo.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content