Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Para ficar de olho

Nike, Carnival, vendas de casas novas, IPCA: 4 assuntos para observar na sexta-feira

Ações dos EUA dispararam na quinta-feira (23), com Dow Jones e o S&P 500 fechando em forte alta

23 setembro 2021 - 18h45Por Investing.com

Por Dhirendra Tripathi e Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - As ações dos EUA dispararam na quinta-feira (23), com o Dow Jones Industrial Average e o S&P 500 fechando em forte alta.

Os dados relativos aos pedidos de seguro-desemprego no início do dia, que ficaram ligeiramente acima do esperado para a semana anterior, atenuaram os receios de que o Federal Reserve agisse cedo demais para tirar o pé do acelerador do estímulo econômico, onde o banco central vem pisando fundo desde o ano passado.

Na quarta-feira (22), o Fed disse que poderia começar a reduzir as suas compras mensais de títulos já em novembro, e que as taxas de juros poderiam subir mais rápido que o esperado até o ano que vem. 

Isto alavancou as ações de bancos, que ficaram entre os melhores desempenhos do dia, porque as empresas financeiras se beneficiam quando as taxas sobem, proporcionando a elas maiores lucros com empréstimos.

Os gastos federais e o limite da dívida também pairavam sobre o mercado. Os líderes democratas no Congresso anunciaram um acordo provisório na quinta-feira, que financiaria os US$ 3,5 trilhões das iniciativas da rede de seguridade social do Presidente Joe Biden, embora não tenham dado detalhes.

No início desta semana, os Democratas da Câmara aprovaram uma medida que financiaria o governo para além do dia 30 de setembro e adiaria o vencimento do teto da dívida para o fim de 2022, embora os Republicanos tenham prometer em combatê-la, ameaçando um shutdown do governo.

Os receios com a moratória da incorporadora imobiliária chinesa Evergrande (OTC:EGRNY) também continuaram a diminuir. A possibilidade iminente de um calote no pagamento da dívida fez com que o mercado de capitais tropeçasse em todo o mundo no início desta semana.

Os dados da semana passada mostraram um salto surpreendente nas vendas no varejo, uma indicação de que as compras de volta às aulas e outros gastos dos consumidores permaneceram fortes.

No Brasil, o Ibovespa também terminou o dia em alta após a elevação da taxa básica de juros pelo Copom na noite de quarta.

Aqui estão quatro coisas que podem afetar os mercados na sexta-feira (24):

1. IPCA-15

O mercado estará atento aos dados do IPCA-15, um dia depois de o Copom elevar a taxa Selic na tentativa de conter a inflação. A expectativa é que o IPCA-15 de setembro fique em 1,02%, ante 0,89% em agosto. No acumulado de 12 meses, o mercado espera que o índice atinja 9,93%, contra 9,30% no mês passado.

2. Nike

Espera-se que a Nike (NYSE:NKE) (SA:NIKE34) anuncie um lucro por ação de US$ 1,12 sobre receitas de US$ 12,46 bilhões quando divulgar seus resultados do primeiro trimestre hoje mais tarde, segundo os analistas acompanhados pelo Investing.com.

3. Carnival (LON:CCL)

A Carnival Corporation (NYSE:CCL) (SA:C1CL34) deve registrar uma perda de US$ 1,43 por ação sobre receitas de US$ 535,29 milhões no terceiro trimestre. Os resultados serão divulgados na sexta-feira. Hoje mais cedo, a empresa anunciou que quer retornar 50% da sua frota nos mares e navegando com passageiros até o final do próximo mês.

4. Vendas de casas novas

Espera-se que as vendas de casas novas tenham crescido em agosto para 714.000, após aumentarem para 708.000 no mês anterior. Os números saem na sexta-feira, às 11h.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: