Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Tecnologia

Microsoft: um destaque em meio à crise da velha tecnologia

22 janeiro 2021 - 15h43Por Investing.com

Por Christiana Sciaudone, da Investing.com - Nem toda velha tecnologia está decepcionando atualmente. Enquanto a IBM (NYSE IBM) (SA:IBMB34) e a Intel (NASDAQ:INTC) (SA:ITLC34) estão sendo negociadas em baixa, a Microsoft (NASDAQ:MSFT) (SA:MSFT34) está em alta de 2%, depois de o Goldman Sachs (NYSE:GS) (SA:GSGI34) e o Morgan Stanley (NYSE:MS) (SA:MSBR34) recomendarem Compra para a ação.

Os negócios de nuvem da Microsoft estão bem posicionados para dobrar de valor, de acordo com Goldman.

“A Microsoft se destaca de forma única no mundo da tecnologia devido à sua forte presença em todas as camadas dos negócios de nuvem, incluindo plataformas de aplicativos e infraestrutura", informou o CNBC Pro citando o Goldman. "Nossa tese de investimento é que a Microsoft está bem posicionada para dobrar seus negócios de nuvem comercial de US$ 60 bilhões+, transformando-o em um negócio de entre US$ 120 bilhões e US$ 140 bilhões a longo prazo.”

O banco estabeleceu preço-alvo de US$ 285, que se compara à média de US$ 252, de acordo com dados compilados pelo Investing.com.

"A base da Microsoft de servidores Windows locais (25-30 milhões de GSe) sozinha representa de US$ 80 bilhões a US$ 90 bilhões em negócios potenciais para o Azure. Novos clientes e novas cargas de trabalho de clientes existentes representariam um upside para esse número", informou o StreetInsider, citando o Goldman. A empresa está a caminho de gerar cerca de US$ 15,83 em lucro por ação em 2026.

O Morgan Stanley , por sua vez, vê um ou mais catalisadores ajudando o salto de preço da Microsoft nos próximos 15 a 60 dias, disse o StreetInsider.

“A MSFT representa uma rara combinação de forte posicionamento secular E um valuation razoável em software. Com as ações ficando atrás do grupo de software geral nos últimos 3 meses, vemos uma configuração atraente", escreveu o Morgan Stanley em uma nota.

Entre seus motivos: os ventos contrários da Covid-19 estão diminuindo, fortes dados de remessa de PCs e o potencial de expansão contínua da margem bruta nos próximos anos. O banco tem preço-alvo de US$ 260 para a empresa fundada por Bill Gates. As ações estão sendo negociadas atualmente em torno de US$ 228.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: