quinta, 19 de maio de 2022
Balanço 2T21

Lucro líquido do Banco Pan (BPAN4) cresce 41% em um ano e chega a R$ 202,5 milhões no 2º tri

No período, o banco atingiu a marca de 12,4 milhões de clientes, uma alta de 25% em relação ao intervalo de janeiro a março deste ano

30 julho 2021 - 12h20Por Redação SpaceMoney
Banco PanBanco Pan - Crédito: Banco Pan - Logotipo

O Banco PAN (BPAN4), controlado pelo BTG Pactual (BPAC11), reportou lucro líquido de R$ 202 milhões no segundo trimestre deste ano. O número representa uma alta de 41% em relação ao obtido um ano antes. Os dados constam no balanço trimestral divulgado pela companhia nessa sexta-feira (30).

O ROE ajustado¹ não auditado foi de 20,7% a.a. e o ROE contábil de 14,7% no período. O índice de Basileia ficou em 15,6%. O patrimônio líquido avançou para R$ 5,6 bilhões, 9% maior do que o registrado no intervalo de abril a junho de 2020 e 2% superior ao período imediatamente anterior.

No segundo trimestre, o Banco Pan atingiu a marca de 12,4 milhões de clientes, uma alta de 25% em relação ao trimestre anterior, dos quais 8,3 milhões estão na unidade de Banking, que engloba os clientes que possuem conta e/ou cartão, e, assim, adicionou 40 mil clientes por dia útil.

"Seguimos apresentando crescimento relevante em nossa base de clientes. Além disso, estamos bem satisfeitos com nossos níveis de engajamento", comenta Carlos Eduardo Guimarães (Cadu), CEO do Banco PAN.

De abril a junho deste ano, a originação de crédito alcançou cerca de R$ 7,2 bilhões em consignado e veículos (autos e motos), resultado 50% maior do que no segundo trimestre de 2020.

A carteira de crédito avançou para R$ 32,4 bilhões em 30 de junho, alta de 31% sobre o mesmo período do ano anterior e 7% maior do que no fechamento do último trimestre.

A inadimplência acima de 90 dias na carteira de varejo aumentou de 5,0% para 5,4%, próximo de seu patamar histórico. A despesa de PDD líquida cresceu para 3,6%, em linha com o comportamento da inadimplência. Enquanto isso, o indicador entre 15 e 90 dias de atraso apresentou queda de 7,8% para 7,5% no trimestre.

Com informações de JeffreyGroup Brasil.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content