quarta, 26 de janeiro de 2022
[Square Banner - Mobile Topo 2] [300x250] [mobile] - Assessoria Ipê Investimentos 2022
[SpaceNow Desktop] [200x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
[SpaceNow Mobile] [150x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
Balanço 2T21

Lucro do Itaú (ITUB4) cresce 55,6% em um ano e atinge R$ 6,54 bilhões no 2º trimestre

Segundo o banco, resultado foi impulsionado pelo crescimento da carteira de crédito do banco e pela continuidade na redução de custos de crédito

03 agosto 2021 - 09h08Por Redação SpaceMoney
[Billboard Topo 2] [970x250] [pagina-inicial] - Assessoria Ipê Investimentos 2022

Após o fechamento do mercado na última segunda-feira (2), o Itaú Unibanco (ITUB4) reportou seu balanço trimestral com números referentes ao período de abril a junho deste ano. No intervalo, a instituição financeira lucrou R$ 6,54 bilhões - uma alta de 55,6% em relação ao obtido um ano antes.

O resultado, segundo o Itaú, foi impulsionado pelo crescimento da carteira de crédito do banco e pela continuidade na redução de custos de crédito. E demonstra que o banco se recuperou fortemente em comparação ao período mais duro de restrições em razão da Covid-19.

Segundo relatório divulgado pelo banco nesta segunda (2), o custo de crédito do banco caiu 39,6% no período, para R$ 4,7 bilhões. O resultado acompanha a queda de 36,1% nas reservas feitas para cobrir eventuais calotes (provisões), para R$ 4,8 bilhões.

[04] [Square Detalhe Notícia] [300x250] [geral] Melhores investimentos 2022

A carteira de crédito total do banco no Brasil (inclusas as garantias financeiras e títulos privados) somou R$ 699 bilhões no segundo trimestre. Na categoria, o destaque ficou com as concessões voltadas para pessoas físicas, que cresceram 22,2% na mesma base de comparação, para R$ 279,7 bilhões.

Os financiamentos imobiliários avançaram 44,4% no período, para R$ 70,5 bilhões.

Os empréstimos direcionados para cartão de crédito – maior parte do crédito concedido pela instituição para pessoas físicas – subiram 21,2%, para R$ 88,3 bilhões.

A carteira de crédito para micro e pequenas e médias empresas totalizou R$ 132,6 bilhões, alta de 23,4% na mesma relação.

Já os empréstimos para companhias de grande porte somaram R$ 286,7 bilhões, avanço de 10,6%.

O total da carteira de crédito do banco – inclusas as operações do Itaú na Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai, Panamá e Uruguai – foi de R$ 909,1 bilhões, alta de 12%.

A carteira de crédito renegociado do banco ficou em R$ 36,2 bilhões. O valor responde por uma alta de 1,4% em relação ao registrado em igual período do ano passado.

Já o índice de calotes total de 15 a 90 dias ficou em 2,5%.

A margem financeira do banco (principal receita, com operações de crédito) somou R$ 18,8 bilhões. Enquanto as receitas com prestação de serviços atingiram R$ 10 bilhões, alta de 18,9%.

O patrimônio líquido do Itaú no segundo trimestre deste ano estava em R$ 136 bilhões –recuo de 7,7% em relação a igual período de 2020.

Com informações de Folha de S.Paulo.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content