Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Moeda do Reino Unido

Libra zera perdas enquanto Reino Unido e UE se preparam para negociações finais

08 dezembro 2020 - 17h23Por Investing.com

Por Yasin Ebrahim, da Investing.com - A libra zerou suas perdas na terça-feira (8), com o Reino Unido retirando partes de sua controversa lei do mercado interno, abrindo caminho para que os dois lados se reunissem em Bruxelas na quarta-feira para fechar um acordo.

O par GBP/USD caiu 0,09% para US$ 1,3364, mas atingiu uma baixa de US$ 1,3291 no início do dia.

O governo do Reino Unido chegou a um acordo inicial pós-Brexit sobre a fronteira irlandesa com a União Europeia depois de concordar em abandonar as partes mais controversas de sua lei de mercado interno.

"Foi alcançado um acordo inicial nas seguintes áreas, entre outras: postos de controle de fronteira/pontos de entrada específicos para controle de animais, plantas e produtos derivados, declarações de exportação, fornecimento de medicamentos, fornecimento de carnes refrigeradas e outros produtos alimentícios a supermercados, e um esclarecimento sobre a aplicação de auxílios estatais nos termos do Protocolo", segundo uma declaração conjunta da UE.

Mas o projeto - uma fonte de tensão entre os líderes da UE, pois entra em conflito com os principais termos do acordo de retirada que exige que a Irlanda do Norte, no período pós-Brexit, siga as regras da UE, a fim de evitar uma fronteira dura com a República da Irlanda - não é um dos principais pontos que mantiveram as negociações reféns.

O mercado parece esperançoso, no entanto, de que o primeiro-ministro Boris Johnson e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, cheguem a um consenso sobre os pontos críticos que seguraram as negociações até agora.

O "fato de que ambos os lados não desejam encerrar as negociações e se expor à acusação de não ter feito tudo para chegar a um acordo é de fato um sinal positivo para o GBP", disse o Commerzbank em uma nota.

Ambos os lados admitiram na segunda-feira que diferenças significativas permanecem em três questões críticas: igualdade de condições, governança e pesca.

A Grã-Bretanha reiterou que as negociações não serão arrastadas para o ano novo.

O Reino Unido e a UE têm até o final do ano para chegar a um acordo, ou correm o risco de ter de cobrar impostos sobre os bens um do outro.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: