Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Moeda do Reino Unido

Libra atinge máxima de quase 3 anos, mas impacto do Brexit ainda está para chegar

18 fevereiro 2021 - 17h43Por Investing.com

Por Yasin Ebrahim, da Investing.com - A libra subiu para níveis máximos de quase três anos em relação ao dólar na quinta-feira (18), e é provável que continue sua trajetória de alta no curto prazo, mas pode sofrer uma forte ruptura assim que o impacto do Brexit começar a fazer sua marca.

O par GBP/USD subia 0,81%, para US$ 1,3965, atingindo seu nível mais alto desde março de 2018.

O forte salto da libra ocorre após o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, dizer recentemente que as restrições para combate à Covid-19 seriam suspensas em etapas. O primeiro-ministro parece estar ansioso para reprimir o otimismo crescente sobre uma reabertura mais rápida, insistindo que mais dados são necessários sobre o quanto as vacinas podem reduzir as taxas de transmissão.

Mais dados do lançamento de vacinas no Reino Unido são esperados na sexta-feira, embora não esteja claro se ela será eficaz na redução da disseminação da infecção.

Embora a campanha de vacinação bem-sucedida no Reino Unido esteja "alimentando esperanças de uma recuperação rápida e aumentando a libra, ... assim que os efeitos do Brexit se tornarem mais aparentes, a tendência provavelmente mudará novamente", disse o Commerzbank.

Pode, no entanto, levar "um tempo considerável antes que o impacto da pandemia e do Brexit se tornem mais claramente distinguíveis ... devido aos bloqueios relacionados ao corona", disse o Commerzbank.

Ainda assim, aqueles dispostos a ficar com a libra provavelmente serão recompensados, pois "as chances são boas de que a libra se valorizará significativamente mais no curto prazo do que atualmente assumimos em nossas previsões", acrescentou.

Os últimos dados da CFTC sobre a libra mostraram que os especuladores aumentaram significativamente suas posições otimistas.

As apostas de alta na libra saltaram para uma máxima de 11 meses em relação ao dólar, de acordo com dados da CFTC para a semana encerrada em 9 de fevereiro.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: