Menu
Busca quarta, 20 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Pandemia

Iguatemi deve ser a mais afetada por lockdown em São Paulo, dizem analistas

04 março 2021 - 14h29Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - O Iguatemi (SA:IGTA3) deve ser o mais impactado no curto prazo com a suspensão das atividades dos shoppings em São Paulo, após decreto do governo do estado colocando a região na fase vermelha do plano de contingência contra a Covid-19, disseram analistas da XP Investimentos e do Goldman Sachs em relatórios.

Segundo a XP Investimentos, 100% da área bruta locável, ou ABL, da companhia está localizada no estado, enquanto a Multiplan (SA:MULT3) deve ter 65% sob lockdown, seguida pela JHSF (SA:JHSF3), com 59%, e pela brMalls, com 54%.

Com isso, escrevem, as ações devem sofrer alguma volatilidade no curto prazo, já que o horizonte para o fim das restrições segue nebuloso, mas permanecem como boas opções de investimento no longo prazo por conta dos múltiplos baratos.

Já os analistas do Goldman Sachs apontam que o impacto irá depender do tamanho dos descontos dados aos lojistas a possíveis ampliações do lockdown e também às provisões necessárias para que as companhias se protejam de um provável aumento da inadimplência.

Ainda assim, eles também apontam que os papéis do setor seguem negociando abaixo das médias históricas, com destaque para Aliansce (SA:ALSO3) e brMalls, ambas com recomendações de Compra.

Perto das 14h29, os papéis da JHSF avançavam 4,40%, enquanto Aliansce Sonae subia 3,31%, seguida por brMalls (+3,56%), Iguatemi (+2,59%) e Multiplan (+2,42%).

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: