Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
SpaceNow

Descolado do exterior, Ibovespa abre com leve alta de 0,3%; dólar também tem avanço sutil, a R$ 5,52

Veja os principais fatores que influenciam os mercados nesta quarta-feira (24)

24 março 2021 - 10h25Por Redação SpaceMoney

O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, operava em alta durante o pregão desta quarta-feira (24).

Por volta das 10h25, os ganhos eram de 0,31%, aos 113.617 pontos.

O dólar operava em alta. A moeda norte-americana tinha valorização de 0,10%, cotada a R$ 5,521.

Veja os fatores que influenciam os mercados hoje:

Mercados internacionais

Ásia (encerrados)

Nikkei 225 (Jap): 2,04% ↓

Shanghai Composite (Chi): 1,30% ↓

Europa

DAX 30 (Ale): 0,58% ↓

FTSE 100 (Ing): 0,25% ↓

CAC 40 (Fra): 0,30% ↓

Nos EUA, os futuros operavam em campo positivo, apontando para ganhos de até 0,54%.

Covid-19

O Brasil ultrapassou ontem (23) o triste patamar das 3.000 mortes por Covid-19 em 24 horas, com 3.158 registros. O número ocorreu em meio ao pior momento da pandemia no país: seis estados estão com o fornecimento de oxigênio hospitalar em situação crítica, segundo a Procuradoria Geral da República, e o estoque de medicamentos para intubar pacientes durará apenas mais uma semana em São Paulo.

Na Europa

A terceira onda de Covid-19 segue afetando o desempenho do mercado europeu nesta quarta-feira (24). A extensão das medidas de restrição e novos bloqueios a viagens e negócios anunciados pela Alemanha, a maior economia do velho continente, Itália, França e Holanda voltaram a desanimar os investidores

Nos EUA

As atenções do mercado voltam-se novamente para o segundo dia de participação do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, e da secretária do Tesouro, Janet Yellen, na sessão do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos EUA. Ontem (23) Powell voltou a tranquilizar os investidores quanto à valorização dos títulos de renda fixa e foi apoiado por Yellen em falas sobre eventuais instabilidades financeiras.

Em Brasília

O governo federal fará de 2021 o ano da vacinação contra a Covid-19. É o que afirmou o presidente Jair Bolsonaro na noite de ontem (23) durante um pronunciamento em rede nacional. A fala, que contrariou todas as outras declarações que Bolsonaro fez ao longo de toda a pandemia, foi acompanhada por panelaços e gritos de “genocida” em 16 capitais brasileiras.

Veja como as ações operam hoje no Ibovespa

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: