Menu
Busca domingo, 24 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Bolsa

Ibovespa testa novas máximas perto dos 126 mil pontos, commodities ajudam

Depois de ter atingido alta de 126.101,86, o índice operava em estabilidade, aos 125.565 pontos, às 12h16

31 maio 2021 - 13h05Por Investing.com

Por Ana Julia Mezzadri, do Investing.com - Após bater o marco de 125 mil pontos na semana passada, o Ibovespa testava, nesta segunda-feira (31), uma nova máxima de 126 mil pontos. Depois de ter atingido alta de 126.101,86, o índice operava em estabilidade, aos 125.565 pontos, às 12h16.

O índice é puxado especialmente pelas ações ligadas a commodities. Cosan (SA:CSAN3) lidera as altas do Ibovespa, subindo 6,43%, a R$ 23,33, devido também ao anúncio de acordo para que os investidores subscrevam R$ 810 milhões em novas ações preferenciais da subsidiária Compass.

Além da Cosan, Eneva (SA:ENEV3) (+3,8%), Usiminas (SA:USIM5) (2,4%), Raia Drogasil (SA:RADL3) (+2,6%) e Vale (SA:VALE3) (+2,4%) lideram as altas do Ibovespa. A última surfa na alta do minério de ferro, de 4,37%.

O aumento dos riscos hídricos no país, por outro lado, derruba as ações de energia, como a Copel (SA:CPLE6), que caía 2,01%, a R$ 6,34. Entre as maiores baixas do índice estavam também Sabesp (SA:SBSP3) (-2,7%), SulAmérica (SA:SULA11) (-2,5%), Cia Hering (SA:HGTX3) (-2,2%) e Yduqs (SA:YDUQ3) (2,08%).

O dia pode apresentar certa instabilidade devido ao feriado do Memorial Day nos Estados Unidos, que mantém os mercados fechados por lá. A bolsa de valores de Londres também não opera, por feriado bancário. Na quinta-feira será a vez da bolsa do Brasil fechar, devido ao feriado de Corpus Christi.

Confira notícias que movem os mercados nesta segunda-feira:

BTG Pactual (SA:BPAC11) - O banco anunciou oferta primária com esforços restritos de até 24,402 milhões de units, que deve ser precificada em 8 de junho. Os recursos devem ser utilizados no curso normal dos negócios, além de para acelerar iniciativas estratégicas e o crescimento da área de varejo digital. A ação tinha alta de 1,33%, a R$ 124,57.

BTG Pactual II - Nesta segunda-feira, o banco confirmou que assinou contrato para a aquisição da Universa, grupo que reúne as empresas Empiricus, Vitreo, Money Times, Seu Dinheiro e Real Valor. Segundo o BTG, o pagamento inicial será de R$ 690 milhões, sendo R$ 440 milhões em dinheiro e o restante em units do banco. 

Eletrobras (SA:ELET3) - Bolsonaro assinou um decreto que regulamenta uma nova modalidade de leilões de energia, para contratação de reserva de capacidade. A medida mira usinas que entrariam em operação no futuro, mas tem ligação com o processo de privatização da Eletrobras. O primeiro leilão do tipo deverá ser realizado em dezembro. O papel caía 0,12%, a R$ 43,08.

Petrobras (SA:PETR4) - A companhia reafirmou sua política de preços, reforçando que “monitora permanentemente o mercado e, a partir de uma percepção de realinhamento de patamar, seja de câmbio, seja de cotações internacionais de petróleo e derivados, realiza reajustes de preços”. A declaração ocorreu um dia depois de Bolsonaro dizer que a estatal estaria realizando estudos para que exista previsibilidade no aumento dos combustíveis.

Petrobras II - A subsidiária da petroleira na Bolívia foi condenada a pagar uma indenização de US$ 61,1 milhões pelo uso da propriedade onde está localizado o campo San Alberto. A sentença impôs ainda medidas cautelares à unidade boliviana da estatal.

Petrobras III - Nesta segunda-feira, a Petrobras informou que não foram apontadas irregularidades pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) quanto ao processo de votação de membros do Conselho de Administração na Assembleia Geral Extraordinária de 12 de abril. A ação tinha queda de 0,67%, a R$ 26,53.

XP (NASDAQ:XP) - A XP e a Messem Investimentos anunciaram um acordo para a criação de uma nova corretora, de que Messem teria 50,1% de participação, contra 49,9% da XP. Não foram divulgados detalhes financeiros. Listadas na Nasdaq, a ação não era negociada nesta segunda-feira.

Lojas Americanas (SA:LAME4) - A Capital International Investors (CII) elevou sua participação na empresa de 4,13% para 5,19%, ou 34.215.685 ações ordinárias. A CII detém ainda 3.472.221 ações preferenciais da varejista, ou 0,28% do total. O papel caía 1,15%, a R$ 19,82.

CCR (SA:CCRO3) - Em seu boletim semanal de tráfego nas concessões rodoviárias que administra, a companhia divulgou crescimento de 32,1% no tráfego total entre 21 e 27 de maio. Apesar dos dados positivos, a ação tinha queda de 1,88%, a R$ 13,6.

Rede D’Or (SA:RDOR3) - A empresa comunicou a conclusão da aquisição de 100% do Hospital Balbino, localizado no Rio de Janeiro. A operação foi aprovada sem restrições pelo Cade. A ação, no entanto, caía 1,11%, a R$ 70,21.

Ser Educacional (SA:SEER3) - A Ser anunciou a compra, por meio da sua subsidiária 3L Tecnologias Edicacionais e Soluções Digitais, da Sociedade Técnica Educacional da Lapa (Fael), mantenedora da Faculdade Educacional da Lapa (Faed), por R$ 280 milhões. Na esteira do anúncio, o papel subia 1,61%, a R$ 15,19.

Cosan - O grupo de energia e infraestrutura informou que celebrou um acordo pelo qual investidores se comprometeram a subscrever R$ 810 milhões em novas ações preferenciais de sua subsidiária Compass (SA:PASS3).

Dotz (SA:DOTZ3) - As ações da administradora de programa de fidelidade Dotz estrearam na B3 (SA:B3SA3), após IPO precificado a R$ 13,20 por ação na semana passada, levantando R$ 390,72. A ação tinha salto de 4,92%, a R$ 13,85.

*Com Reuters e Estadão Conteúdo

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: