terça, 30 de novembro de 2021
Renovou mínima abaixo dos 113 mil pontos

Ibovespa consolida queda com imbróglio em pacote americano, ruído fiscal

09 dezembro 2020 - 15h33Por Investing.com
Campanha Black Friday 2021 - Warren

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - O índice Ibovespa consolidou a queda neste início de tarde de quarta-feira (9) e renovou mínima abaixo dos 113 mil pontos, seguindo a virada nas bolsas americanas por temores sobre a negociação para o pacote de estímulos nos EUA e com ruídos fiscais locais em torno da PEC Emergencial.

O principal índice brasileiro caía 0,78% perto das 15h01 após oscilar durante o pregão, chegando à máxima de 114.020 pontos. Lá fora, os índices Dow Jones Industrial Average, S&P 500 (NYSE:SPY) e NASDAQ Composite, que abriram em alta, caíam 0,13%, 0,62% e 0,28%, respectivamente.

A proposta de US$ 916 bilhões para o pacote do governo Trump foi rejeitada pelos Democratas nesta tarde, que seguem defendendo um acordo bipartidário de US$ 906 bilhões que inclua ajuda a governos locais, reportaram as agências internacionais.

O líder da maioria no Senado, o republicano Mitch McConnell chamou a recusa de “esquizofrênica”, enquanto a presidente da Câmara, a democrata Nancy Pelosi, disse que a atuação de McConnell em favor do pacote de Trump é uma “obstrução” e que ele deveria trabalhar no acordo entre os dois partidos.

Enquanto isso, ruídos fiscais locais continuam a nublar o longo prazo, com o mercado à espera do início da votação da PEC Emergencial.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, deu uma declaração agora há pouco dizendo ser “impossível” votar o projeto ainda este ano e que a votação deve acontecer em janeiro do ano que vem.

Ele também acusou o presidente Jair Bolsonaro de tentar interferir na eleição para a liderança da Câmara no próximo ano e que ele estaria deixando as pautas importantes “de lado”. Para Maia, o Planalto está “desesperado” pela presidência da casa para pautar pautas de costumes, que dão “pouca prioridade às pautas fiscais”. A candidatura oficial do deputado Arthur Lira, apoiada pelo governo, estava marcada para as 15h. 

Maia confirmou ainda que não haverá prorrogação do estado de calamidade pública e pediu que o governo “volte a respeitar a Lei da Responsabilidade Fiscal” a partir de janeiro.

Ainda no plano político, agências de notícias locais informam que Bolsonaro teria demitido o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Vacinas e Covid-19

Mais cedo, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse em entrevista à CNN Brasil que a vacinação emergencial contra a Covid-19 poderia começar ainda em dezembro, mas que isso é improvável dada à provável demora na aprovação pela Anvisa da vacina.

No Canadá, as autoridades aprovaram o uso emergencial da vacina da Pfizer/Biontech. Segundo a imprensa local, o país espera receber 249 mil doses de vacina até o fim de dezembro.

*Com informações da Reuters

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content