sábado, 27 de novembro de 2021
Projeção

Futuros americanos ficam mistos com semana lotada de balanços

As ações americanas devem abrir em queda nesta terça-feira (4)

04 maio 2021 - 09h00Por Investing.com
Campanha Black Friday 2021 - Warren

Por Peter Nurse, da Investing.com - As ações americanas devem abrir em queda nesta terça-feira (4), consolidando-se após um forte início de maio, antes de outra semana movimentada de balanços.

Às 8h49, os futuros do Dow Jones, do S&P 500 e do Nasdaq 100 Futures caíam respectivamente 0,31%, 0,48% e 0,78%.

Nova York, Nova Jersey e Connecticut, alguns dos estados americanos mais atingidos pela pandemia no ano passado, disseram que irão suspender a maioria das restrições relacionadas ao coronavírus na vida comercial e social dentro de duas semanas.

Os índices Dow Jones e S&P 500 subiram mais de 11% neste ano, ajudados não só pela reabertura econômica, mas também por grandes somas de estímulos fiscais e monetários, otimismo com vacinas e melhora dos resultados das empresas. Mais evidências da melhoria das perspectivas corporativas são esperadas esta semana, com outras 130 empresas preparadas para divulgar os resultados trimestrais.

A Pfizer (SA:PFIZ34) (NYSE:PFE), fabricante da primeira vacina contra a Covid-19 construída com tecnologia de mRNA, relatou ganhos antes da abertura e elevou o guidance para os ganhos e receitas do ano corrente em cerca de 15%, refletindo tanto a rápida aceitação de seu medicamento quanto uma melhoria em seus negócios não relacionados a vacinas.

Os números também são devidos pela T-Mobile (SA:T1MU34), (NASDAQ:TMUS), CVS Health (NYSE:CVS) (SA:CVSH34), Global Payments (NYSE:GPN) (SA:G1PI34), Activision Blizzard (NASDAQ:ATVI) (SA:ATVI34), Match Group (NASDAQ:MTCH) e Under Armour (NYSE:UA), entre outros.

Voltando-se para os dados econômicos, a divulgação principal será os dados de pedidos de fábrica de março, às 11h, publicados um dia depois que a pesquisa com gerentes de compras do Institute for Supply Management relatou uma alta histórica para o subíndice de encomendas, embora o índice principal tenha caído de uma alta de 36 anos.

Enquanto isso, os preços do petróleo subiam nesta terça, com a contínua recuperação econômica em regiões como Europa e EUA.

Apoiando o tom, o produtor de petróleo estatal da Arábia Saudita, a Aramco (SE:2222), registrou um aumento de 30% no lucro líquido do primeiro trimestre e manteve o pagamento de dividendos, ajudado pelos fortes preços do petróleo.

Os dados de abastecimento de petróleo bruto dos EUA do American Petroleum Institute, previstos para mais tarde na sessão, serão monitorados com interesse.

Os futuros do petróleo WTI subiam 1,32%, a US$ 65,33 o barril, enquanto o contrato do Brent avançava 1,44%, para US$ 68,53.

Já o ouro futuro caía 0,64% para US$ 1.780,35 a onça, enquanto o euro foi negociado 0,37% mais baixo em 1,2016.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content