Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Diversificação geográfica

Fleury: aquisições marcam entrada no Espírito Santo; mercado aprova

Depois do anúncio das aquisições, a ação da empresa recebeu recomendação Neutra do BTG e da XP,

02 junho 2021 - 16h38Por Investing.com

Por Ana Julia Mezzadri, do Investing.com - Seguindo sua estratégia de diversificação geográfica, a Fleury (SA:FLRY3) entrou no Espírito Santo por meio das aquisições de Laboratório Pretti e Laboratório Bioclínico, anunciadas na noite de terça-feira (1). 

De maneira geral, o movimento foi visto como positivo pelo mercado: “Embora pequena, vemos a transação como positiva, pois expande o alcance nacional do Fleury por um preço razoável”, afirma a XP Investimentos em relatório.

Depois do anúncio das aquisições, a ação da empresa recebeu recomendação Neutra do BTG e da XP, que fixou seu preço-alvo em R$ 29. O Safra, por sua vez, recomenda Compra para o papel, seu top pick no setor de saúde, com preço-alvo de R$ 38.

A ação, porém, caía na tarde desta quarta-feira, sendo negociada a R$ 26,65 às 16h37, em queda de 0,63%. O Ibovespa seguia na direção contrária, subindo 0,80%, aos 129.297 pontos.

As duas aquisições, que juntas custaram R$ 515 milhões, devem somar R$ 96 milhões à receita bruta da companhia, de acordo com o BTG (SA:BPAC11), além de trazerem 40 laboratórios. 

A expectativa da XP é que os ganhos de sinergia diluam os múltiplos implícitos, especialmente considerando o provável aumento dos serviços oferecidos nos laboratórios do Pretti e do Bioclínico. Nesse sentido, o Safra destaca o potencial de ganhos com a introdução de exames de imagem.

Apesar da reação majoritariamente positiva dos analistas, o BTG alerta que, com mais de R$ 1 bilhão investido em aquisições nos últimos cinco anos, a companhia corre o risco de, gradualmente, diluir a importância de sua marca mais lucrativa, a Fleury, e, consequentemente, enfrentar dificuldades em manter sua lucratividade.

Para além da aquisição, o Safra também aponta riscos para a performance da companhia, como: continuação dos bloqueios para combate à Covid-19; perda de marek tshare das grandes empresas de seguros de saúde, principais clientes da Fleury, para players de baixo custo; e o investimento em iniciativas como genômica, clínica diurna e infusão de medicamentos, que representam menos de 5% a 10% da receita nos próximos dois a três anos.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: