segunda, 16 de maio de 2022
Prévia

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta quinta-feira (22)

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros nesta quinta-feira, 22 de julho

22 julho 2021 - 09h18Por Investing.com
Presidente Jair Bolsonaro no Plenário da Câmara dos Deputados durante sessão solene do Congresso Nacional Presidente Jair Bolsonaro no Plenário da Câmara dos Deputados durante sessão solene do Congresso Nacional - Crédito: Pedro França/Agência Senado

Por Geoffrey Smith e Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - Intel divulga balanço em um cenário de especulação crescente de que a escassez global de chips pode estar chegando ao pico.

Os pedidos iniciais de seguro-desemprego e as vendas de casas existentes lançam luz sobre o ímpeto da economia, enquanto se espera que o Banco Central Europeu adote uma abordagem mais agressiva para gerar inflação à medida que começa a implementar a sua nova estratégia.

Os balanços continuam em ritmo acelerado nos EUA, com resultados da AT&T, Biogen e Abbott Labs, entre outros.

Bitcoin atingiu seu ponto mais alto em uma semana depois que Elon Musk mudou novamente sua opinião sobre a principal criptomoeda.

No Brasil, os olhos seguem voltados ao cenário político: desta vez, às mudanças ministeriais propostas por Bolsonaro para tentar garantir o apoio do Centrão. Os destaques são a recriação do Ministério do Trabalho e a suposta indicação de Ciro Nogueira para a Casa Civil.

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros nesta quinta-feira, 22 de julho:

1. Reformas ministerial e tributária
O cenário político segue sendo destaque no Brasil.

Desta vez, ganham os holofotes as mudanças ministeriais propostas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), vistas como uma ferramenta para garantir o apoio do Centrão.

O presidente decidiu recriar o Ministério do Trabalho, que até então fazia parte do Ministério da Economia. Segundo fontes, a pasta seria entregue a Onyx Lorenzoni, atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência, que já teria se reunido com Paulo Guedes para discutir a mudança.

Com isso, Luiz Eduardo Ramos ocuparia o posto de Lorenzoni na Secretaria-Geral e algum nome do Senado iria para a Casa Civil. As especulações giram em torno de Ciro Nogueira (PP-PI).

Na frente da reforma tributária, Paulo Guedes irá participar, na tarde de hoje (22), de um evento da Febraban para discutir o tema.

Na quarta-feira, o deputado Celso Sabino (PSDB-PA), relator do projeto, disse que a matéria deve ser votada na Câmara antes do projeto que unifica PIS e Cofins com a criação da Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS).

2. Intel atenta após Texas Instruments lançar dúvidas sobre as perspectivas do setor de chips
A Intel (NASDAQ:INTC) (SA:ITLC34) reportará os lucros trimestrais após o fechamento, contra um cenário de suspeitas crescentes de que a escassez global de chips, que tem prejudicado os relatórios trimestrais de muitos fabricantes, pode estar prestes a começar a diminuir.

A administração da Texas Instruments (NASDAQ:TXN) (SA:TEXA34) na quarta-feira visivelmente orientada para a receita no trimestre atual bem abaixo das previsões de consenso e analistas em uma chamada de lucros estavam preocupados com o conservadorismo de seu panorama.

Faz apenas uma semana desde que a Taiwan Semiconductor Manufacturing (NYSE:TSM) (SA:TSMC34) anunciou que espera que a escassez de chips diminua significativamente no segundo semestre do ano. As ações da Texas Instruments caíam 4% no pré-mercado.

Por enquanto, porém, essa escassez continua a doer. Toyota (NYSE:TM) (SA:TMCO34) se tornou a mais recente empresa automotiva a anunciar novas paralisações de produção devido à escassez de componentes no sudeste da Ásia.

3. Pedidos de seguro-desemprego nos EUA e decisões de juros do BCE
Espera-se que os pedidos de seguro-desemprego nos EUA tenham caído um pouco mais na semana passada, apesar dos sinais de que o ímpeto econômico dos EUA pode estar diminuindo devido à nova disseminação da Covid-19.

Os pedidos iniciais por seguro-desemprego, com divulgação às 9h30 ET (horário de Brasília), são esperados em 350.000, uma queda de apenas 10.000 em relação ao número da semana passada.

Mais importante pode ser o número total de pessoas que reivindicam algum tipo de auxílio governamental, que caiu para menos de 14 milhões pela primeira vez em mais de um ano na semana passada.

O número mais amplo será examinado em busca de evidências de que a retirada dos benefícios de desemprego ampliados por alguns estados está conseguindo trazer as pessoas de volta ao mercado de trabalho.

Às 11h00, as vendas de casas existentes podem adicionar mais evidências de que o mercado imobiliário está esfriando devido aos preços mais altos e custos de empréstimos. A orientação e os ganhos da construtora DR Horton (NYSE: DHI) completam o cenário ainda mais.

Na Europa, espera-se que o Banco Central Europeu mude para uma orientação mais dovish em sua reunião regular de política monetária, depois de adotar uma nova estratégia de inflação na semana passada que permite uma tolerância ligeiramente maior à inflação.

Se pode atingir uma meta maior do que aquela que alcançou nos últimos 10 anos, é outra questão. A conferência de imprensa da presidente Christine Lagarde começa às 9h30.

Os bancos centrais de outros lugares também estão ocupados.

O Banco da Indonésia recusou-se a cortar suas taxas principais, apesar de ter cortado suas previsões de crescimento no início da semana devido aos casos crescentes de Covid-19. O Banco Nacional da Ucrânia, envolvido em uma de suas guerras periódicas com o governo por causa de interferência política, também deve manter as taxas inalteradas.

Os bancos centrais de mercados emergentes em todo o mundo estão sob pressão para apertar a política monetária, uma vez que a recente valorização do dólar pressiona suas moedas.

4. Ações dos EUA devem subir mais à medida que os balanços continuam a impressionar
As ações dos EUA devem abrir em alta mais tarde, com o otimismo contínuo gerado pelo que tem sido uma temporada de balanços fortes - embora ajudada por comparações extremamente fracas no ano anterior.

Às 08h54, Dow Jones futuros S&P 500 futuros e Nasdaq futuros avançavam 0,13%.

Abbott Laboratories (NYSE:ABT) (SA:ABTT34), Biogen Inc (NASDAQ:BIIB) (SA:BIIB34) e Danaher (NYSE:DHR) (SA:DHER34) lideram a lista inicial de balanços e vêm depois de alguns extremamente fortes números de outras empresas do setor de saúde e produtos médicos.

A divulgação dos números da HBO da AT&T (NYSE:T) (SA:ATTB34) adicionará contexto aos decepcionantes dados do assinante da Netflix (NASDAQ:NFLX) (SA:NFLX34) no início desta semana, enquanto Dow (NYSE:DOW) dará uma luz do momento das ações cíclicas.

5. Bitcoin em máxima de 1 semana
O Bitcoin atingiu seu nível mais alto em uma semana depois que Elon Musk disse em um painel de discussão que a Tesla (NASDAQ:TSLA) “provavelmente” começará a aceitá-lo como pagamento novamente.

A última reviravolta de Musk veio algumas semanas depois de ele suspender os planos para permitir que os clientes paguem em Bitcoin em meio a críticas à pegada de carbono da criptomoeda.

Às 09h00, o Bitcoin estava fora de suas altas noturnas em $ 31.940, mas ainda com alta de 1,06% no dia. Outras criptomoedas, que caíram drasticamente na aversão ao risco que se espalhou no início desta semana, também foram maiores, com Ethereum, por exemplo, ganhando 3,83%.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content