Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Prévia

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta quinta-feira (20)

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na quinta-feira, 20 de maio

20 maio 2021 - 09h28Por Investing.com

Por Geoffrey Smith e Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - O texto-base da MP da privatização da Eletrobras é aprovado na Câmara. O Bitcoin se estabiliza, mas o resto das criptmoedas permanecem sob pressão após o crash de quarta-feira.

Os pedidos de seguro-desemprego semanais podem acalmar, ou atiçar, os nervos em relação à inflação e à retirada precoce dos estímulos do Fed. E o presidente do Irã confirma um avanço que pode permitir o embarque de mais petróleo para os mercados mundiais.

1. MP da Eletrobras na Câmara
Após aprovação do texto-base da MP da privatização da Eletrobras, o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), vai orientar os deputados da base aliada a votarem a favor do texto apresentado pelo relator, Elmar Nascimento (DEM-BA), para a privatização da Eletrobras (SA:ELET3). Barros se antecipou a um movimento de parte da Câmara pela retomada do texto original da MP, enviado pelo governo ao Congresso em fevereiro.

Apoiado pelo MDB e com apoio do Novo, a votação desse destaque, programado para hoje, de preferência retiraria todos os "jabutis" incluídos pelo relator - matérias estranhas à proposta original e que aumenta o custo para o consumidor por meio da contratação obrigatória de termelétricas a gás, pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) e renovação de contratos de energia limpa contratada no passado a preços elevados.

2. Criptomoedas ainda sob pressão
As criptmoedas permanecem sob pressão pelo segundo dia seguido, embora sem novos gatilhos fundamentais semelhantes às ações regulatórias chinesas anunciadas na quarta-feira.

O Bitcoin chegou a ficar abaixo de US$ 40.000 mais uma vez mais cedo, mas voltou a recuperar o patamar com uma alta de 2,59% a US$ 40.409 às 8h55. A criptomoeda pode quebrar decisivamente a média móvel de 200 dias, após cair abaixo dela na quarta-feira.

As perdas em altcoins chegaram a ser maiores, com o Ethereum caindo 10% e o Dogecoin 14%. Mas ambas também se recuperam, com Ethereum subindo 0,53% a US$ 2.733 e o Dogecoin 5,41% a US$ 0,397.

3. Pedidos de seguro-desemprego no radar
Os EUA divulgam os dados de pedidos iniciais de seguro-desemprego às 9h30 em um mercado ainda nervoso com os detalhes das últimas discussões de política do Federal Reserve.

A ata da reunião de abril do Fed mostrou o comitê de formulação de políticas avançando lentamente para discutir uma redução nas compras de títulos. Analistas disseram que uma ação ainda é improvável antes do final do ano, mas a mudança de tom na discussão é digna de nota.

Os pedidos iniciais de seguro-desemprego devem cair para uma nova mínima pós-pandemia de 450.000, de 473.000 na semana passada. Se confirmado, isso mitigaria ainda mais o choque do relatório decepcionante para o mercado de trabalho em abril.

Com isso, as ações americanas devem abrir em queda pelo quarto dia consecutivo, em meio à pressão sobre as carteiras de investidores de varejo que transbordam do espaço das criptomoedas e a preocupação contínua com uma retirada antecipada do estímulo monetário pelo Federal Reserve.

Às 8h58, o Dow Jones Futuros, S&P 500 Futuros e Nasdaq Futuros caíam respectivamente 0,35%, 0,18% e 0,03%. O EWZ, fundo de índice que replica o Ibovespa em Nova York, operava estável com ligeira baixa de 0,03% na pré-abertura em Nova York.

4. Força do consumidor em destaque
Mais balanços de varejistas americanas devem manter os investidores de olho no desempenho da inflação, com fortes resultados do Walmart (SA:WALM34)(NYSE:WMT), Home Depot (SA:HOME34) (NYSE:HD), Lowe's (SA:LOWC34) (NYSE:LOW) e outros.

A lista de quinta-feira inclui os balanços da Ross Stores, Hormel Foods, Kohls e {{erl-8022||Ralph Lauren} }, enquanto do outro lado da fronteira, a empresa canadense de maconha Tilray também relata.

5. Rouhani afirma avanço no levantamento das sanções
Os preços do petróleo bruto caíram drasticamente após o presidente iraniano Hasan Rouhani afirmar que um entendimento significativo foi alcançado para restaurar o acordo de 2015 apoiado pela ONU que limita seu programa nuclear.

“Eles concordaram em suspender todas as sanções importantes”, disse Rouhani às agências de notícias. Ele especificou sanções, incluindo vendas de petróleo, e as dos setores petroquímico, marítimo, de seguros e bancário, incluindo seu banco central. Diplomatas da UE foram citados como tendo dito que houve "progresso tangível", sem endossar os comentários de Rouhani. Não houve comentários do lado dos EUA.

A perspectiva de aumento no fornecimento de petróleo bruto iraniano ao mercado mundial derrubou o WTI, que caía 1,15%, para US$ 62,62, enquanto o Brent recuava 1,23%, para US$ 65,83 o barril.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: