Menu
Busca domingo, 17 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Prévia

Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta sexta-feira (30)

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na sexta-feira, 30 de abril

30 abril 2021 - 08h54Por Investing.com

Por Geoffrey Smith e Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - CPI da Covid avança no Congresso, no dia em que o Brasil atinge a marca de 400 mil mortos pela Covid-19. A Amazon fecha a temporada de balanços espetacular para empresas de plataforma online, mas a União Europeia tira a euforia com uma nova decisão antitruste contra a Apple.

Os reguladores chineses também estão reprimindo seus gigantes locais da internet. A Zona do Euro voltou a cair na recessão no primeiro trimestre, como esperado, e as ações e o petróleo estão se consolidando após esgotar o potencial de alta de curto prazo.

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na sexta-feira, 30 de abril.

1. CPI da Covid avança no Congresso
O noticiário desta sexta foca no desenrolar da CPI da Covid no Brasil, que concentra parte das atenções do governo e do Congresso brasileiro no dia em que o país chega aos 400 mil mortos pela doença.

O relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL), apresentou ontem o plano de trabalho do colegiado. O documento, segundo o próprio relator, não pretende delimitar a atuação da comissão - serão os requerimentos aprovados no colegiado que vão dar os rumos às investigações.

De acordo com o documento, os senadores vão apurar “se as autoridades de saúde agiram ou não de maneira imprudente ou sem a devida técnica, se foram ou não omissas, se deixaram ou não de efetuar planos de contingência ou se agiram ou não com a antecedência necessária, de forma planejada e integrada”.

Enquanto isso, governadores apresentaram à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) um novo pedido de análise para liberar a importação da vacina russa contra Covid-19 Sputnik V, no qual contestam a informação divulgada pelo órgão regulador brasileiro sobre a suposta presença de adenovírus replicante no imunizante.

E o Senado também aprovou ontem um projeto de lei que permite a quebra temporária de patentes de vacinas contra a Covid-19. O texto segue para a Câmara dos Deputados.

Na prática, os donos de patentes ficam obrigados a ceder ao poder público, se esse assim solicitar, todas as informações necessárias para a produção de vacinas e medicamentos de enfrentamento à Covid-19.

2. Amazon fecha os resultados das Big Techs
A Amazon (SA:AMZO34) (NASDAQ:AMZN) encerrou uma temporada de ganhos estrondosos para empresas de plataforma de internet, apresentando um lucro líquido de mais de US$ 8 bilhões no primeiro trimestre, mais do que o triplo do resultado do ano anterior. A receita de hospedagem em nuvem aumentou 32%, enquanto o negócio de publicidade da empresa cresceu quase 70%. As ações da Amazon subiram 2,4%, com um novo recorde de alta no pré-mercado.

Os resultados das Big Techs americanas esta semana mostraram enfaticamente como se intensificou o domínio das maiores empresas de plataformas online - Apple (SA:AAPL34) (NASDAQ:AAPL), Amazon, Facebook (SA:FBOK34) (NASDAQ:FB), Alphabet (SA:GOGL34) (NASDAQ:GOOGL) e Microsoft (SA:MSFT34) (NASDAQ:MSFT). As reações regulatórias continuam a borbulhar, com a decisão da UE nesta sexta-feira de que a política de streaming da Apple é um abuso de sua posição dominante.

Por outro lado, mais participantes de nicho no mesmo espaço têm lutado para competir: Pinterest (NYSE:PINS) e eBay (NASDAQ:EBAY) (SA:EBAY34) caíram depois de postar os respectivos resultados, enquanto o Twitter (NYSE:TWTR) (SA:TWTR34) também decepcionou com seus ganhos na noite de quinta-feira. As ações da plataforma despencaram 11% nas negociações de pré-mercado, atingindo o nível mais baixo em quase três meses.

Já os índices futuros em Wall Street operavam no negativo. O Dow Jones Futuros, o S&P 500 Futuros e o Nasdaq Futuros caíam respectivamente 0,44%, 0,51% e 0,63%. O EWZ, fundo de índice que replica o Ibovespa em Nova York, tinha queda de 0,90% na pré-abertura.

3. China expande repressão à Internet
Enquanto isso, os reguladores chineses expandiram a repressão às maiores empresas de internet do país, impondo novas regras rígidas voltadas principalmente para os braços de serviços financeiros.

Empresas incluindo JD (SA:JDCO34) (NASDAQ:JD), Meituan, Xiaomi e Didi Chuxing foram obrigadas a criar sociedades financeiras que estarão sujeitas a requisitos de capital claros, reduzindo sua lucratividade.

A ação imita amplamente a que foi tomada recentemente contra o Ant Group, afiliado do Alibaba (SA:BABA34) (NYSE:BABA), e também segue uma multa de US$ 1,6 bilhão cobrada esta semana à Tencent (HK:0700) por violações antitruste. Todos os índices de ações chineses caíram, embora de forma relativamente modesta, com uma queda no PMI de manufatura oficial da China também pesando sobre o sentimento.

4. Zona do euro volta à recessão
Os dados oficiais confirmaram que a economia da Zona do Euro voltou a cair em recessão na virada do ano, com os dados do Produto Interno Bruto do primeiro trimestre mostrando uma queda de 0,6%, deixando o PIB com queda de 1,8% no ano. Os números, marcados pelos efeitos de lockdowns prolongados e um início lento da campanha de vacinação, ainda vieram ligeiramente melhores do que o esperado.

A taxa de inflação da região acelerou para 1,6% em abril, de 1,3% em março, à medida que o padrão familiar de efeitos de base empurrou a taxa de inflação global para mais perto da meta de médio prazo do BCE. No entanto, excluindo alimentos e energia, os preços aumentaram apenas 0,8%, em linha com a avaliação do banco de fraca dinâmica subjacente.

O euro, que subiu para US$ 1,2135 na quinta-feira, caiu abaixo de US$ 1,21, enquanto o rendimento dos títulos alemães de 10 anos também recuou abaixo de -0,20%. Isso apesar dos sinais de melhorias adicionais em relação à pandemia.

5. Palladium bate novo recorde enquanto petróleo e cobre lutam
Os preços do petróleo recuaram um pouco em relação às máximas de sete semanas, em um eco da ligeira retração das ações no final de um mês turbulento.

Às 8h40, os preços do WTI caíam 1,89%, para US$ 63,78 o barril, enquanto o Brent recuava 1,63%, para US$ 66,94 o barril.

Já o cobre não conseguiu se segurar acima da marca de US$ 10.000 por tonelada, enquanto os futuros de paládio avançaram, superando US$ 3.000 a onça pela primeira vez.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: