Menu
Busca sábado, 16 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Setor de energia

Fintech da Energisa pode agregar clientes, reduzir inadimplência, dizem analistas

19 janeiro 2021 - 14h36Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - A Voltz, fintech de serviços financeiros da Energisa (SA:ENGI4), é uma boa iniciativa para reduzir custos e, futuramente atrair mais clientes no varejo, apesar de ainda não ser claro quanto valor que o novo negócio pode trazer para a empresa, disseram analistas da Safra Corretora e do BTG Pactual (SA:BPAC11) em relatórios.

Segundo o BTG, em 2018, a Energisa fez uma pesquisa aprofundada para descobrir que 66% dos clientes pagam as contas de energia em lotéricas, o que gera ineficiências para eles e para a companhia.

Assim, escrevem os analistas, a Voltz deve se beneficiar da forte marca da Energisa, da proximidade com clientes via diferentes canais de comunicação e do conhecimento sobre o comportamento de pagamentos para oferecer o serviço certo para cada um.

O aplicativo, que pretende atingir 5 milhões de usuários até 2025, vai oferecer contas digitais, cartões de crédito, pagamento de contas de energia via Pix, desconto de recebíveis de fornecedores e pagamentos antecipados de salários aos funcionários, reduzindo as despesas financeiras da empresa, as taxas bancárias e os índices de inadimplência.

O banco de investimentos aponta, no entanto, que, apesar do negócio parecer promissor, ainda é cedo para calcular o valor agregado à companhia.

Energia no varejo

Já para a Safra Corretora, a iniciativa também pode ser usada como um veículo para a comercialização de energia para o consumidor no varejo no futuro, à medida que as exigências para entrar no mercado livre sejam atenuadas.

Além disso, embora as despesas bancárias representem 2,6% do EBITDA estimado da Energisa para 2020, fontes adicionais de receita podem ajudar a impulsionar os níveis de rentabilidade da empresa, escrevem.

A corretora tem recomendação de Compra, com preço-alvo de R$ 57 para a Energisa.

Perto das 14h, os papéis da concessionária subiam 0,57% para R$ 47,92, com queda acumulada de 5,3% no mês e de 11% no ano.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: