Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Petróleo

Estoque de petróleo caiu 7,99 milhões de barris na semana passada: EIA

Os estoques de destilados, que incluem diesel e óleo para aquecimento, caíram 2,896 milhões de barris na semana

05 maio 2021 - 13h18Por Investing.com

Por Liz Moyer, da Investing.com - Os estoques de petróleo dos EUA caíram mais do que o esperado na última semana, disse a Administração de Informação de Energia (EIA, na sigla em inglês) na quarta-feira (5).

Os estoques de petróleo caíram 7,99 milhões de barris na semana passada, em comparação com as expectativas dos analistas de uma queda de 2,346 milhões de barris.

Os estoques de destilados, que incluem diesel e óleo para aquecimento, caíram 2,896 milhões de barris na semana contra as expectativas de uma queda de 1,12 milhão de barris, mostraram os dados da EIA.

O refino de petróleo bruto foi de 225.000 barris. A taxa semanal de utilização das refinarias aumentou em 1,1%, de acordo com o relatório da EIA.

Os estoques de gasolina aumentaram 737.000 barris na semana passada, disse a EIA, em comparação com as expectativas de uma queda de 652.000 barris.

"É uma explosão recorde nas exportações, de 4,1 milhões de barris por dia, contra os 2,5 milhões da semana anterior. Além disso, as importações atingiram 1,2 milhão de barris, chegando a quase 5,5 milhões de barris por dia na semana passada. Entre essas duas matrizes, há ainda a queda de 8 milhões de barris", disse Barani Krishnan, analista do Investing.com. "Os destilados foram outro dado otimista, com uma queda de quase 3 milhões de barris."

O único elemento negativo foi o aumento da gasolina, de 700.000, totalmente oposto à redução esperada, disse Krishnan.

"A produção de petróleo bruto dos EUA, entretanto, permanece anêmica em 10,9 milhões de barris por dia, já que a bacia do Permiano parece lamentavelmente incapaz de alcançar, pelo menos por agora, a demanda vista para as exportações de petróleo dos EUA", disse Krishnan. "Isso está de acordo com a história de meados de abril de que quase metade de todos os oleodutos do Permiano devem estar vazios até o final do ano."

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: