sábado, 27 de novembro de 2021
Radar corporativo

Equatorial dispara após leilão; Cogna e Qualicorp caem com balanços

Essas são as principais notícias corporativas desta quarta-feira (31)

31 março 2021 - 10h41Por Investing.com
Campanha Black Friday 2021 - Warren

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - A Equatorial liderava as altas da B3 desta quarta-feira (31) após ter fechado a aquisição da distribuidora CEEE-D em leilão. As mineradoras e siderúrgicas subiam na esteira do minério de ferro, enquanto a Qualicorp e a Cogna (SA:COGN3) recuavam após os respectivos balanços.

Essas são as principais notícias corporativas de hoje:

Equatorial - A Equatorial Energia (SA:EQTL3) vê a aquisição da distribuidora de eletricidade gaúcha CEEE-D, fechada em leilão nesta quarta-feira, como uma "diversificação do risco" em seus negócios, uma vez que a empresa tem perfil bem diferente das demais distribuidoras do grupo, disse um executivo após a licitação. A ação subia 5,03%, a R$ 24,03.

Cosan (SA:CSAN3) - A Cosan confirmou nesta terça-feira que está, em conjunto com a Shell, contratando consultores para iniciar os preparativos de uma eventual oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Raízen, joint venture das companhias brasileira e anglo-holandesa nos setores de açúcar, etanol, bioenergia e distribuição de combustíveis. Os papéis caíam 0,18%, a R$ 92,37.

Cruzeiro do Sul - A Cruzeiro do Sul Educacional divulgou nesta terça-feira seu primeiro balanço após a abertura de capital, com lucro líquido de R$ 43,58 milhões no quarto trimestre de 2020, crescimento de 5,2% ante o mesmo período de 2019. Em 2020, a instituição teve prejuízo de R$ 34,8 milhões, revertendo lucro do ano anterior. O papel subia 5,21%, a R$ 11,71.

Westwing - A Westwing, plataforma de casa, decoração e lifestyle que estreou na B3 (SA:B3SA3) em fevereiro, teve prejuízo líquido de R$ 5,357 milhões no quarto trimestre de 2020, piorando a marca negativa de R$ 456 mil vista um ano antes. Em 2020, a empresa teve lucro líquido de R$ 11,701 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 1,474 milhão em 2019. A ação caía 1,09%, a R$ 9,09.

Qualicorp (SA:QUAL3) - Qualicorp reportou lucro líquido de R$ 67,6 milhões para o quarto trimestre de 2020, alta de 12,4% frente ao mesmo período do ano anterior, em resultado ajudado pela redução de despesas não-recorrentes e melhora no resultado financeira. O papel recuava 2,55%, a R$ 30,21.

Cogna - Os papéis da Cogna Educação subiam 0,26% nesta quarta-feira (31) após a companhia apresentar prejuízo líquido de R$ 589,2 milhões no quarto trimestre, revertendo o lucro de R$ 51,6 milhões na base anual e totalizando prejuízo de R$ 907 milhões em 2020. A açaõ caía 1,55%, a R$ 3,80.

Méliuz (SA:CASH3) - A companhia Méliuz apresentou lucro líquido de R$ 19,6 milhões em 2020, contra os R$ 4,6 milhões do ano anterior, na primeira divulgação desde a oferta pública inicial de ações. As ações subiam 3,98%, R$ 24,32.

PDG Realty (SA:PDGR3) - A PDG Realty apresentou lucro líquido de R$ 70 milhões no quarto trimestre, revertendo o prejuízo de R$ 287 milhões um ano antes, mas com prejuízo total de R$ 455 milhões em 2020, queda de 49%. Os papéis subiam 0,65%, a R$ 6,20.

Oi (SA:OIBR3) - A Oi, operadora de telefonia em recuperação judicial, anunciou ter concluído nesta terça-feira, 30, a alienação das torres móveis (UPI) à Highline do Brasil, vencedora do leilão realizado em 26 de novembro do ano passado. A ação subia 1,04%, a R$ 1,94.

Magazine Luiza (SA:MGLU3) - O Magazine Luiza informou na noite desta terça-feira (30) a aquisição do app ToNoLucro e da plataforma GrandChef, com o objetivo de fortalecer sua operação de delivery de alimento. Os papéis caíam 1,45%, a R$ 19,77.

CCR (SA:CCRO3) - A CCR comunicou nesta terça-feira que a controlada ViaMobilidade, concessionária das linhas Lilás (5) e Ouro (17) do Metrô de São Paulo, celebrou termo aditivo com o Governo do Estado que estabelece a possibilidade de se atribuir à empresa a responsabilidade pela elaboração dos estudos e execução dos futuros investimentos relacionados à implantação, de forma integral, de trechos de expansão das duas linhas. A ação caía 0,33%, a R$ 12,19.

Raia Drogasil (SA:RADL3) - A Raia Drogasil anunciou nesta terça-feira um novo acordo de acionistas, válido a partir de novembro, com prazo de 10 anos e proposta de mudanças no conselho de administração. O papel caía 0,78%, a R$ 25,54.

Banco BMG (SA:BMGB4) - O Banco BMG registrou lucro líquido de R$ 76 milhões no quarto trimestre de 2020, número 53,3% menor que no mesmo período de 2019. No ano, a instituição teve ganhos de R$ 329 milhões, recuo de 10,3%. A ação subia 0,96%, a R$ 5,25.

BTG Pactual (SA:BPAC11) - O BTG Pactual concedeu R$ 100 milhões em crédito para a Olfar Alimento e Energia, em sua primeira operação de financiamento "sustentável", na qual o banco concederá reduções de juros como um incentivo para a empresa mediante o cumprimento de metas sociais e ambientais. O papel caía 0,97%, a R$ 96,48.

Aliansce (SA:ALSO3) - A Aliansce Sonae comunicou nesta terça-feira que retomou as operações em quatro shoppings: no Boulevard Shopping Belém (PA) e Parque Shopping Belém, a partir de hoje; no Boulevard Shopping Brasília, desde ontem; e no Passeio das Águas Shopping, em Goiânia (GO), a partir de amanhã. A ação caía 0,9%, a R$ 27,64.

Com Reuters, Agência Brasil e Estadão Conteúdo

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content