segunda, 27 de maio de 2024
Política

Eleição na Argentina interessa o Brasil por causa de integração do Mercosul, diz Haddad

Ministro defende que, quanto mais integrado, mais forte o bloco sul-americano será na mesa de negociações com os europeus

23 outubro 2023 - 12h44Por José Chacon

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), afirmou nesta segunda-feira (23) que acompanha “com interesse” a corrida eleitoral na Argentina por conta da integração do Mercosul.

 

"O Mercosul é muito importante. A Câmara [dos Deputados] acaba de aprovar a entrada da Bolívia no Mercosul. Está no Senado agora. Para nós, é importante consolidar uma integração na região. Integração regional é muito importante para o Brasil", comenta o ministro.

 

Para ele, ainda é cedo para comentar o resultado das eleições, visto que ainda há um segundo turno a ser disputado.

 

Sobretudo, a declaração de Haddad acontece no dia seguinte ao primeiro turno da disputa presidencial no país, que seguirá para o segundo turno entre Sergio Massa e Javier Milei, que defende retirar o país do Mercosul, bloco comercial formado por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

 

“Estamos para negociar um acordo com a União Europeia, quanto mais integrados nós tivermos, melhor para sentar à mesa com a União Europeia e fazer um bom acordo para a região", concluiu Haddad.

 

Segundo ele, o Mercosul está em tratativas para concluir um já muito adiado acordo de livre comércio com a União Europeia O ministro defende que, quanto mais integrado, mais forte o bloco sul-americano será na mesa de negociações com os europeus.

 

Contém informações do G1 e Uol.