Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Destaques do dia

Destaques: taxa Selic e decisão do Fed no radar

17 março 2021 - 09h07Por Investing.com

Por Geoffrey Smith, da Investing.com - O Banco Central do Brasil deve elevar a taxa básica de juros, Selic, em meio ponto percentual, para 2,5%, para conter a inflação. Já o Federal Reserve, dos EUA, não deve alterar as taxas de juros ou a taxa de compra de títulos, mas pode emitir novas orientações e previsões de crescimento para o país. A autarquia também deve apontar se pretende acabar ou estender uma brecha nas exigências de capital dos bancos que poderia ter um grande impacto no mercado de títulos no curto prazo.

A Agência Internacional de Energia minimizou as conversas sobre um novo 'superciclo' para o petróleo, lembrando a todos que os preços ainda estão sendo sustentados artificialmente pelos cortes da Opep+.

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na quarta-feira, 17 de março.

1. Decisões monetária no Brasil

O BC brasileiro deve elevar a taxa Selic para 2,5%, saindo da mínima histórica, para tentar conter o repasse da inflação, disseram analistas consultados pelo Investing.com.

Na segunda-feira, o Boletim Focus, com pesquisa de alguns membros do mercado, mostrou expectativa de IPCA a 4,6% no final do ano, com taxa de juros a 4,5%. Se confirmado, será o primeiro aumento de juros entre os maiores bancos centrais do mundo no ano, e o primeiro no Brasil desde 2015.

A decisão do Brasil provavelmente representará uma mudança mais ampla para uma política monetária mais rígida por parte dos bancos centrais de mercados emergentes, especialmente aqueles cujas moedas ficaram sob pressão quando o dólar começou a se fortalecer. Os bancos centrais de Turquia e Rússia também devem emitir mais orientações hawkish esta semana, mesmo que não aumentem suas próprias taxas principais.

A decisão brasileira sai após às 18h30, horário de Brasília.

2. E nos EUA

Nos EUA, o Fed divulga a decisão de política monetária às 15h, com coletiva de imprensa do presidente Jerome Powell meia hora depois.

Nenhuma mudança na taxa de compra de ativos ou nas principais taxas de juros é esperada, então a atenção do mercado se concentrará na orientação se o 'gráfico de pontos' das expectativas de taxas dos funcionários do Fed muda para refletir um aperto de política mais cedo do que o esperado. A orientação atual do Fed não implica em aumento das taxas até 2024, mas a allta nos rendimentos dos títulos nas últimas semanas fez com que as expectativas do mercado mudassem.

3. Ações devem abrir mistas; UBER desiste de brigar no Reino Unido

As ações americanas devem abrir mistas, à espera da decisão do Fed.

Às 09h10, o Dow Jones futuros operava estável, enquanto o S&P 500 futuros e Nasdaq 100 futuros caíam respectivamente 0,40% e 1,20%.

Antes do anúncio do Fed, haverá dados de fevereiro sobre o início de construção de moradias e licenças de construção, bem como números semanais sobre as taxas de hipotecas e refinanciamento, um dos primeiros setores da economia que devem desacelerar em um cenário de taxas crescentes.

As ações que provavelmente estarão em foco incluem Uber (NYSE:UBER) (SA:U1BE34), que finalmente desistiu da batalha no Reino Unido para não tratar seus motoristas como trabalhadores, bem como a Alphabet (NASDAQ:GOOGL) (SA:GOGL34) e Apple (NASDAQ: AAPL) (SA:AAPL34), depois que o Google cortou a taxa que cobra dos desenvolvedores de aplicativos de 30% para 15% para os primeiros US$ 1 milhão que ganham com a Google Store de jogos.

É improvável que a mudança satisfaça os desenvolvedores de aplicativos, como a editora Fortnite Epic Games, que entrou com ações antitruste em várias jurisdições contra o que vêem como estruturas de taxas monopolísticas.

4. Samsung alerta sobre escassez de semicondutores

A Samsung (KS:005930) alertou sobre um “sério desequilíbrio” no mercado global de semicondutores, acrescentando que é improvável que o problema seja resolvido em um futuro próximo.

O co-CEO Koh Dong-jin disse na reunião anual de acionistas da empresa que a fundição da empresa em Austin, Texas, ainda está offline devido à reconfiguração após a onda de frio que a forçou a interromper as operações no mês passado.

O fechamento dessa fundição, juntamente com outras instalações de propriedade da Texas Instruments (NASDAQ:TXN) (SA:TEXA34), agravou uma escassez de abastecimento que levou a Honda (NYSE:HMC) (SA:HOND34) a suspender parte da produção dos EUA na quarta-feira. A Toyota disse que a produção também seria afetada pela escassez de alguns petroquímicos especiais, em outro exemplo de como a pandemia expôs a fragilidade das complexas cadeias de abastecimento globais.

5. IEA minimiza a conversa sobre superciclo

Os preços do petróleo caíram durante a noite depois que a Agência Internacional de Energia minimizou a conversa de um novo "superciclo" em seu último relatório mensal sobre o estado do mercado de petróleo. A agência apontou para níveis ainda elevados de estoques, em uma comparação histórica, e para o fato de que os preços estão sendo sustentados pela retirada de cerca de 8 milhões de barris por dia de produção pelo acordo ‘OPEP+’.

Os estoques mundiais caíram por seis meses consecutivos até janeiro, mas ainda estavam 63,2 milhões de barris acima da média de 5 anos e 110 milhões acima dos níveis do ano anterior, disse a IEA.

Às 09h10, o contrato futuro do petróleo WTI operava em baixa de 0,85% a US$ 64,24 o barril, enquanto o do petróleo Brent tinha baixa de 1,08% a US$ 67,65 o barril.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: