Menu
Busca quarta, 27 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Destaques do dia

Destaques: reuniões do Copom e Fomc no radar

16 março 2021 - 09h14Por Investing.com

Por Geoffrey Smith e Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - Investidores esperam os resultados das reuniões de política monetária no Brasil e nos EUA, de olho dados de inflação nos dois países.

Nos EUA, também será divulgada a produção industrial de fevereiro.

O presidente chinês Xi Jinping diz ao principal comitê econômico da China para reprimir as lacunas regulatórias que favorecem os gigantes de tecnologia do país, enquanto a campanha de vacinação da Europa está em desordem por causa de uma suspensão da vacina da AstraZeneca/Oxford University.

Estas são as principais notícias desta terça-feira (16):

1. Copom e Fomc no radar

O Federal Reserve e o Banco Central do Brasil iniciam as respectivas reuniões de dois dias para decidir sobre a política econômica dos próximos meses. Por aqui, o contexto é de inflação nas alturas, com o IGP-M acumulado de quase 30% em fevereiro e IPCA sentindo o repasse das altas, a 0,86%, a maior taxa para o mês desde 2016.

A expectativa é que o Comitê de Política Monetária do BC, o Copom, eleve a taxa básica de juros, Selic, em pelo menos meio ponto percentual, para 2,5%.

Já nos EUA, a discussão é se o Fed enxerga uma possível alta dos preços à frente, com a leve recuperação do mercado de trabalho vista nas últimas semanas e o avanço da vacinação pelo país. O banco central americano não deve alterar a política monetária nesta reunião, mas pode sinalizar se está de olho ou não na alta dos rendimentos dos títulos do Tesouro.

O país publica os dados de produção industrial de fevereiro às 10h15, horário de Brasília.

2. 3ª onda chega na Europa com vacina da AstraZeneca suspensa

Uma terceira onda de infecções por Covid-19 está se formando na Europa, com Alemanha, França, Itália e os países do Benelux (Béglica, Holanda e Luxemburgo) relatando infecções crescentes. O Instituto Robert Koch da Alemanha disse na terça-feira que os casos estão novamente aumentando exponencialmente no país.

A situação não está sendo ajudada pelos esforços contínuos da Europa em sabotar seu próprio programa de vacinação. A decisão alemã de interromper a distribuição da vacina da AstraZeneca (NASDAQ:AZN) (SA:A1ZN34)-Oxford University na segunda-feira levou França e Itália a seguir o exemplo. O regulador italiano de medicamentos chamou de “uma decisão política”, enquanto a Agência Europeia de Medicamentos, que é responsável por declarar os produtos médicos seguros, reiterou sua opinião de que os benefícios da vacina superam quaisquer riscos.

Em outro lugar, a Austrália disse que distribuirá a vacina da companhia britânica conforme planejado, enquanto o primeiro-ministro da Tailândia recebeu uma injeção na TV, quando o país suspendeu a interrupção anunciada na sexta-feira.

3. Ações devem abrir mistas

Os mercados de ações dos EUA devem abrir mistos, com investidores à espera do Fed.

Por volta das 9h04, o contrato Dow Jones futuros caía 0,01%, enquanto o contrato S&P 500 futuros e o Nasdaq 100 futuro subiam 0,13% e 0,55%, respectivamente.

As ações que provavelmente estarão em foco mais tarde incluem Facebook (NASDAQ:FB) (SA:FBOK34), que durante a madrugada fechou um acordo com a News Corp (NASDAQ:NWSA) (SA:N1WS34) para pagar por notícias na Austrália, um precedente provável de ter consequências em outros países também.

Por aqui, o índice futuro deve abrir em linha com o exterior, com o Ibovespa Futuros com leve baixa de 0,02% e o EWZ, fundo de índice que replica o Ibovespa em Nova York, tinha leve alta de 0,12%.

4. Xi pede o fechamento de "brechas" que beneficiam os gigantes da tecnologia

O presidente chinês Xi Jinping reiterou a necessidade de regulamentação mais rígida das empresas de tecnologia do país, intensificando uma campanha que começou no ano passado com o descarrilamento do IPO do Ant Group.

A TV estatal relatou que Xi disse ao principal comitê econômico chinês que o país precisa "preencher as lacunas nas regras" que governam o setor. Ajustes nos regulamentos do tipo descrito por Xi tiraram bilhões de dólares da avaliação do Ant Group, uma afiliada do Alibaba (NYSE:BABA) (SA:BABA34), atingindo a lucratividade de muitos de seus serviços financeiros com novos requisitos de capital.

Outros relatos apontam que Xi teria instruído o Alibaba a abrir mão do controle do South China Morning Post, um ícone da imprensa relativamente livre de Hong Kong.

5. Petróleo cai com estoques americanos

Os preços do petróleo bruto continuaram a enfraquecer antes dos dados de estoques dos EUA no final do dia do American Petroleum Institute.

Às 9h08, os futuros do WTI caíam 1,12%, a US$ 64,66 o barril, enquanto os futuros do Brent recuavam 1,15%, a US$ 68,09 o barril.

Os dados de estoquesdos EUA têm sido altamente voláteis nas últimas semanas devido aos efeitos da onda de frio no Texas, onde as refinarias precisaram abrir gradualmente depois de serem completamente fechadas pelo clima extremo. Os dados desta semana provavelmente mostrarão um aumento na demanda final por produtos refinados.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: