Menu
Busca quarta, 20 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Destaques do dia

Destaques: Posse de Biden e Netflix em alta

20 janeiro 2021 - 09h37Por Investing.com

Por Geoffrey Smith, da Investing.com - Joe Biden tomará posse como 46º presidente dos EUA um dia após o número de mortos pela Covid-19 atingir 400.000 no país. As ações da Netflix (NASDAQ:NFLX) (SA:NFLX34) devem disparar na abertura após um quarto trimestre estelar, enquanto a Procter & Gamble (NYSE:PG) (SA:PGCO34), a UnitedHealth (NYSE:UNH) UnitedHealth (NYSE:UNH) (SA:UNHH34) e a United Airlines (NASDAQ:UAL) (SA:U1AL34) divulgam os balanços mais tarde.

O empresário chinês Jack Ma reaparece pela primeira vez desde o fiasco do IPO do Ant Group e o Instituto Americano de Petróleo divulga dados sobre os estoques de petróleo dos EUA.

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na quarta-feira, 20 de janeiro.

1. Biden toma posse da presidência

Joe Biden tomará posse como 46º presidente dos EUA, encerrando uma revolta de quatro anos do país contra a ordem mundial criada após a 2ª Guerra Mundial e que se consolidou após o colapso da União Soviética.

A posse será ofuscada por uma presença de alta segurança na capital americana, com o objetivo de evitar qualquer repetição da violência instigada pelos partidários do presidente cessante Donald Trump em suas tentativas de forçar o Congresso a derrubar o resultado da eleição de novembro.

Também ficará marcado pela ausência das multidões habituais devido à pandemia de Covid-19. O número de mortos pelo coronavírus nos EUA chegou a 400.000 na terça-feira. Embora o atual surto de infecções pareça ter atingido o pico, está a caminho de superar o número de mortes nos EUA na 2ª Guerra Mundial até o final do mês.

2. Netflix sobe após o trimestre estelar

A Netflix consolidou a posição como uma das maiores vencedoras da pandemia, com a adição líquida de mais de 37 milhões de assinantes ao longo do ano elevando a base geral de assinantes para mais de 200 milhões de usuários no final de dezembro.

As ações do serviço de streaming subiram mais de 12% nas negociações após o expediente com as notícias, levantadas especialmente pelo detalhe de que seu fluxo de caixa agora cobre as necessidades de gastos.

No último trimestre, a empresa lucrou com novas séries de sucesso, incluindo O Gambito da Rainha, a última temporada de The Crown e a série francesa Lupin.

3. Ações devem abrir em alta; balanços da P&G e da United no radar

A temporada de balanços continua na quarta-feira com uma ampla divulgação de relatórios. A UnitedHealth fez a bola rolar com ganhos modestos, enquanto o foco provavelmente será na gigante Procter & Gamble, que, como a Netflix, se beneficiou de mudanças nos padrões de gastos do consumidor no ano passado.

Também há relatórios da operadora de dutos Kinder Morgan (NYSE:KMI) (SA:KMIC34), do Morgan Stanley (NYSE:MS) (SA:MSBR34), do US Bancorp (NYSE:USB) (SA:USBC34) e da United Airlines. Durante a madrugada. a ASML, fabricante holandesa de equipamentos para chips, superou as expectativas para o quarto trimestre e anunciou que comprará de volta 6 bilhões de euros em ações nos próximos três anos.

Às 9h30, horário de Brasília, os futuros do Dow Jones, o S&P 500 futuros e o Nasdaq futuros subiam 0,1%, 0,3% e 0,8%, respectivamente.

4. Jack Ma reaparece; ADRs da Alibaba disparam

O fundador do Alibaba (NYSE: BABA) (SA:BABA34), Jack Ma, fez sua primeira aparição pública desde que uma disputa com reguladores chineses o forçou a abandonar seus planos de IPO do seu gigantesco império de serviços financeiros, o Ant Group.

O bilionário falou com 100 professores rurais na China por meio de uma videoconferência na quarta-feira, como parte de uma de suas iniciativas de caridade, informou a mídia do governo local.

Os ADRs do Alibaba subiram 7,3% no pré-mercado com as notícias. Os investidores ficaram assustados com o desaparecimento de Ma das vistas do público desde o início do que se transformou em uma tentativa clara de conter a crescente influência que a riqueza de Ma trouxe para ele.

5. Estoques da API no radar; bancos centrais mantêm-se firmes

O banco central da China deixou sua taxa de empréstimo principal inalterada em 3,85%, como esperado. O Banco do Canadá deve deixar sua taxa básica em 0,25% quando seu conselho de formulação de políticas se reunir posteriormente.

Pode haver mais reação do mercado à divulgação da avaliação semanal do American Petroleum Institute dos estoques de petróleo dos EUA, com os preços do petróleo testando novamente as máximas de 11 meses que eles postaram na semana passada.

Às 9h30, os futuros do WTI subiam 1,2% a US$ 53,65 o barril, enquanto os futuros do Brent crude avançavam 0,8%, a US$ 56,38 o barril.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: