Menu
Busca sexta, 15 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Radar corporativo

CSN lidera altas com preço para IPO de mineração; aéreas caem

21 janeiro 2021 - 10h35Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - A CSN liderava as altas da B3 (SA:B3SA3) após definir uma estreia de mercado da subsidiária de mineração na casa dos R$ 47,5 bilhões a R$ 63 bilhões. A Vale avançava após acordo de aquisição de mina de carvão em Moçambique. Na ponta oposta, papéis ligados ao turismo recuavam com receios sobre a velocidade de distribuição das vacinas pelo país. Essas são as principais notícias desta quinta-feira (21):

Ânima - A Ânima exerceu o direito de compra da Fundação Universidade do Sul de Santa Catarina, a Unisul, após dez meses atuando sob co-gestão com a companhia. Os papéis caíam 0,03%, a R$ 36,91.

Intermédica - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o Cade, aprovou a aquisição do Lifecenter Sistema de Saúde pela Notre Dame Intermédica (SA:GNDI3). A ação caía 0,34%, a R$ 97,76.

Vale (SA:VALE3) - A Vale assinou acordo com a Mitsui para aquisição da totalidade da participação da empresa japonesa (15%) na mina de carvão de Moatize, em Moçambique, bem como compra dos 50% de participação e todos os créditos minoritários que a empresa detém no Corredor Logístico de Nacala (CLN). A ação avançava 3,06%, a R$ 95,11.

São Martinho (SA:SMTO3) - A São Martinho informou que o conselho de administração aprovou a implantação de uma fábrica de etanol de milho em Quirinópolis (GO), com investimentos estimados em cerca de R$ 640 milhões e início da operação previsto para novembro de 2022. Os papéis subiam 1,06%, a R$ 31,57.

CSN - A Companhia Siderúrgica Nacional (SA:CSNA3), a CSN, bateu o martelo em relação ao preço e seguirá com a oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de sua unidade de mineração. A fabricante de minério de ferro buscará estrear na bolsa de valores com um valor de mercado entre R$ 47,5 bilhões e R$ 63 bilhões. Os papéis da controladora subiam 4,65%, a R$ 34,50.

Cury - A Cury registrou valor geral de vendas bruto, ou VGV, de R$ 675 milhões no quarto trimestre, com o lançamento de seis empreendimentos em São Paulo e no Rio de Janeiro, totalizando R$ 1,54 bilhão em 2020. A ação caía 0,35%, a R$ 11,52.

Com informações da Reuters, Estadão Conteúdo e Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: