Menu
Busca quarta, 20 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Rivais

Credit Suisse sobe com notícias de possível fusão com UBS

A alta administração do Credit Suisse está sendo pressionada a apresentar um plano de revisão para o banco

25 junho 2021 - 15h53Por Investing.com

Por Dhirendra Tripathi, do Investing.com – As ações do Credit Suisse (NYSE:CS) (SA:C1SU34) apresentavam alta de 1,6% por volta das 15h30 (horário de Brasília) desta sexta-feira depois de uma matéria da Reuters sinalizando que o banco, que enfrenta apuros, pode buscar uma fusão com o seu maior rival suíço, o UBS (NYSE:UBS) (SA:UBSG34).

A alta administração do Credit Suisse está sendo pressionada a apresentar um plano de revisão para o banco alvo de escândalos que poderia incluir uma potencial fusão com o rival UBS, segundo a Reuters.

Os executivos do banco temem que o principal credor suíço, deixado vulnerável por conta dos escândalos, possa ser questionado pelos investidores que exigem seu desmantelamento, ou que o reduzido valor de mercado de suas ações possa fazer dele um alvo para uma tomada de controle externo hostil.

O banco tem um valor de mercado de US$ 25,22 bilhões, cerca de 28% abaixo de sua máxima nas 52 semanas.

O banco suíço teve que rever suas operações depois de perder mais de US$ 5 bilhões na corrida para desacelerar as negociações conduzidas pelo escritório familiar Archegos. Ele enfrenta uma barreira de ações judiciais para ajudar os clientes a investirem US$ 10 bilhões em títulos emitidos pela empresa de financiamento da cadeia de fornecimento em colapso, a Greensill Capital.

Em maio de 25, recuperou US$ 5,9 bilhões dos US$ 10 bilhões em títulos da Greenhill, informou aos investidores nesta terça-feira.

O Credit Suisse assumiu uma dívida de Fr 4,4 bilhões (US$ 4,79 bilhões) no primeiro trimestre devido ao fiasco da Archegos.

O banco afirmou que é provável que outros Fr 600 milhões entrem na mesma conta.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: